8 de outubro de 2009

Um talento "inapto"

Esta vem do jornal O Jogo, o órgão de informação oficioso do F. C. Porto, e é atribuída ao jogador Varela numa visita ao Vitalis Park.
"Quando era criança não havia nada disto. Estas instalações são fantásticas, mas nem todas estas crianças vão poder ser jogadores de futebol. Para além do trabalho, é necessário um talento inapto".
Assim não é fácil realmente, que talento inapto nem todos têm.
Nesta notícia, quem é que será que tem o tal talento inapto?
Será o Varela ou o jornalista?
Depois de Luís Filipe Vieira ontem responder ao presidente do Sporting daquela forma eloquente - "pelo peixe morre a boca!", e das inesquecíveis "prognósticos só no fim do jogo" (João Pinto, FCPorto); "esta vitória é dedicada ao nosso grande capitão Fernando Gomes que teve o azar de lhe bater à porta" (João Pinto, FCPorto, após a vitória na final da Taça dos Campeões em Viena); "os húngaros são uma equipa muito difícil. Não é por acaso que são conhecidos como os magiares do futebol!"(Bento, antigo guarda-redes do Benfica, antes de um Portugal - Hungria); "Grande Sousa! Quem chuta assim não é gago!"(Rui Tovar no comentário ao Portugal - Roménia no Europeu de França); chega agora o talento inapto ao futebolês.
Prontus pá! o importante são os objectivos, e a mim compete-me trabalhar que o mister é que manda e escolhe os melhores e o futebol é mesmo assim.

Sem comentários:

Enviar um comentário