19 de outubro de 2009

O Metro e as minhas calças


A expressão "ajustamentos no Metro" (notícia do "Ponto Final") é curiosa e presta-se ao trocadilho fácil.

Não é esse o ângulo de abordagem da questão aqui no Devaneios.

O que é importante realçar, é o facto de se ter sentido a necessidade de efectuar mais umas alterações ao projecto do Metro em Macau.

Não sendo um especalista na área, posso afirmar, sem receio de desmentidos, que compreendo perfeitamente o problema.

Eu também o senti muito recentemente.

Em boa verdade, ainda o estou a sentir.

Uns quilos a mais, que aparecem sem aviso, indesejados, obrigam a fazer ajustamentos às calças.

É uma chatice, não se pode trocar o guarda-roupa inteiro, e tem mesmo de se recorrer ao alfaiate na esperança que ele encontre ali um bocado de tecido para remediar o problema.

Algo de parecido se passa com o projecto do Metro em Macau.

Uma previsão de um maior número de passageiros, comparativamente ao que estava previsto nas últimas previsões (a repetição, previsão, prevista, revista para nova previsão, foi propositada....), e lá tem que se ir a correr ao "alfaiate".

Sabem qual parece ser a melhor solução?

No meu caso, perder uns quilos.

No caso do Metro, se não é pedir muito, acertar de vez com as previsões.

É que, se a minha ida ao alfaiate até se revela pouco dispendiosa, o "alfaiate" do Metro é mais exclusivo que os mais renomados estabelecimentos de Saville Row.


Sem comentários:

Enviar um comentário