22 de janeiro de 2010

Pornografia


Não, não vou deixar neste post um monte de gajas nuas.
Eventualmente, não seria de tão mau gosto, tão gorduroso e lamaçento como o assunto a que me vou referir.
As escutas do Apito Dourado já estão disponíveis no YouTube.
O jornal Record dá a notícia, refere que não há ali grandes novidades em relação ao que já se conhecia através da comunicação social, mas disponibiliza os links todinhos para que se possam escutar as conversas de Pinto da Costa com Valentim Loureiro, Pinto de Sousa, António Araújo,...
Não há grandes novidades nestas escutas?
Claro que não!
Os bufos que foram deixando escorrer para a imprensa os pormenores sumarentos que constavam nas escutas, são rigorosamente os mesmos que agora as entregam para serem ouvidas integralmente pela populaça.
Neste lamaçal, o Procurador Geral da República afirma-se chocado (o homem já apanhou tantos choques que, por esta altura, já deve ser uma fonte alternativa de energia!!), e mandou instaurar um inquérito.
Agora é que fica tudo esclarecido.
Se o Procurador mandou instaurar um inquérito, de certeza vamos ficar a saber quem é que deixou que matéria que, supostamente, estava em segredo de justiça, viesse parar às páginas dos jornais.
E, seja quem for, vai ser punido exemplarmente.
O que é que está aqui verdadeiramente em causa?
Muito simplesmente, uma vingança torpe.

O raciocínio é claro, cristalino - o gajo não foi condenado pela Justiça, mas vai ser condenado pela populaça.
Valha-nos o facto de termos justiceiros destes, em serviço desinteressado e altruísta, lutando pela transparência de processos, a honradez pública, a garantia da virtude, a verdade desportiva.
Neste processo Apito Dourado ouviu-se frequentemente falar em putas.
Realmente, é uma putaria desgraçada.
E, quando algumas das putas se disfraçam de púdicas virgens, começa a náusea, o vómito.

3 comentários:

  1. Como escrevi hoje no DO, o ritmo a que se sucedem estas anomalias da nossa justiça(???) é preocupante. temo os passos seguintes e quanto ao inquérito, vai dar ZERO como todos os outros.

    ResponderEliminar
  2. A Justiça passou a ser assunto de rua e de jornais.
    O recato que devia acompanhar a acção dos tribunais, deu origem ao mais nojento espectáculo.

    ResponderEliminar
  3. A táctica no túnel da Luz é muito simples. Dá-se ordens a alguém para provocar e agredir elementos do staff portista, e depois aguarda-se pela reacção dos jogadores, na expectativa que eles agridam alguém e sejam castigados.
    Tudo isto sem envolver jogadores do Benfica.
    Brilhante!
    Grande Rui dos túneis

    ResponderEliminar