16 de janeiro de 2010

A notícia do dia


Lembram-se dos tempos em que Cavaco Silva falava da necessidade de distinguir a boa da má moeda?
Não são tempos muito distantes.
No entanto, a má moeda de então, passa a ser merecedora de uma condecoração nos dias que correm.
Especificamente, a Grã- Cruz da Ordem de Cristo. 
Pedro Santana Lopes, juntamente com outras três personalidades, vai ser condecorado na próxima terça-feira porque exerceu funções públicas de alto relevo.
Ou seja, Santana Lopes vai ser condecorado porque o cherne lhe deu o cargo de primeiro-ministro de bandeja, antes de se pirar para Bruxelas, e porque era o único antigo chefe de governo que não tinha ainda sido condecorado.
E, coincidentemente, vai ser condecorado quando apareceu em bicos de pés a anunciar que tinha recolhido as 2500 assinaturas necessárias para obrigar à realização de um congresso no PSD.
Cavaco Silva, do alto da sua pose de grande estadista, não consegue deixar de interferir no seu PSD, ao mesmo tempo que dá umas bicadas nos seus antecessores (Soares e, sobretudo, Sampaio).
Cada vez mais, Cavaco Silva mostra a sua faceta de politiqueiro, ou seja, mais e mais revela que sempre mentiu quando dava a entender que abominava a política rasteira.

1 comentário:

  1. Cavaco mostra cada vez mais ser um político provinciano e medíocre. Espero que os Portugueses se lembrem disto na altura das Presidenciais

    ResponderEliminar