30 de janeiro de 2010

Correr sozinho e ficar em segundo

Era assim que era apresentado o cúmulo da lentidão.
No entanto, a manobra arriscada das forças pró-democracia em Hong Kong, pode vir provar que, afinal, até é possível correr sozinho e ficar em segundo.
Mais e mais, adensam-se as suspeitas e os rumores que apontam no sentido de as forças políticas pró-Pequim não se apresentarem a sufrágio.
Se a ideia germinou em Hong Kong ou em Pequim é algo que nunca iremos saber com toda a certeza....
Relevante é que, com a mobilização que se vai detectando, e de que já aqui se deu conta, as forças pró-democracia em Hong Kong poderão sofrer um revés histórico.
A teimosia dos democratas poderá ter um preço bem alto e fazer de Hong Kong a prova viva que é mesmo possível correr sozinho e ficar em segundo.

Sem comentários:

Enviar um comentário