Uma contratação falhada ou um golpe de sorte?

Kléber regressou ao Cruzeiro, onde parece que foi recebido em euforia, e desnudou a alma.
Se eu tinha sérias dúvidas, desde o início, acerca da necessidade e do acerto desta contratação, agora tenho a certeza que foi uma benção este senhor não ter ficado no Porto.
No regresso ao Brasil, Kléber disse que o dinheiro não é o mais importante na vida (estamos de acordo) e que a família é bem mais importante (também não podíamos estar mais de acordo).
Mas também disse que, se o Porto fizesse outras concessões (mais dinheiro, obviamente!) tinha ficado.
Mais, que se aparecesse um Real Madrid ou Milão, era difícil dizer que não.
Ou seja, o dinheiro não é o mais importante, o mais importante é a família, mas se pagarem bem o dinheiro até já passa a ser importante.
De caminho, e já que veio até à Europa, Kléber, que se diz ter sido oferecido ao Benfica, ainda se mostrou ao Milão, ao Real Madrid, aos gigantes que têm muita fama e pagam bem.
Ponto de ordem na mesa.

  1. Um jogador mediano, que tem características iguais ou semelhantes às de Hulk, Varela, Rodriguez, Mariano;

  2. Que vinha para o Porto, claramente, para fazer face à previsível ausência prolongada de Hulk;

  3. Que ia atirar Varela para o banco porque tinha que ser titular;

  4. Que é um jogador problemético e com tiques de vedeta;

  5. Que vinha ganhar uma fortuna (quereria mesmo ser o jogador mais bem pago do plantel);

  6. Que custava 5,5 milhões de euros, mais 75% do passe de Fárias;

  7. Que tirava Fárias (um bom profissional e a alternativa ao 9 Falcao) do plantel;

  8. Que demonstrou com as suas atitudes, no Verão e agora, que não estava particularmente interessado em vir para o Porto, antes queria utilizar o Porto para se mostrar;

  9. Que, diz-se nos "mentideros", não está em grande condição física (problemas nos joelhos);

  10. Que, pelo que é dado perceber, não é uma pessoa nada recomendável (estou a ser simpático...).
Vinha para o Porto fazer o quê?
Quem é que arquitectou tão brilhante contratação?
Poucas vezes a expressão "há males que vêm por bem" terá tido tantas razões para ser perfeitamente aplicável.
Só espero que Fárias não saia diminuído neste processo porque não o merece.
E fico muito contente por continuar a contar com o argentino no plantel do Porto e não ter que aturar o Gladiador.

Comentários

  1. Partilho exactamente a mesma opinião. Nunca vi com bons olhos esse Kléber e gosto muito do Farias, que merecia melhor sorte. Tenho um "feelling" que em Julho, o Kléber vai para o Benfas...

    ResponderEliminar
  2. Caro Carlos,
    Não me surpreenderia nada com essa possibilidade.
    Não quero ver no Porto porque, repito, parece-me que era uma pésssima contratação.
    Em todos os aspectos.
    Mesmo as qualidades humanas do personagem deixam muito a desejar.
    Quem afirma que não dá muita importância ao dinheiro, antes à família, para tentar renegociar os montantes previstos, não merece minimamente a minha confiança.

    ResponderEliminar

Publicar um comentário

Mensagens populares