22 de fevereiro de 2010

Já são 42 as vítimas confirmadas do temporal na Madeira

Três dias de luto nacional, 42 mortes confirmadas, mais de 100 feridos hospitalizados, 250 pessoas desalojadas.
À medida que as horas passam, a dimensão da tragédia atinge novas proporções, a sensação de impotência cresce.
Recebi um relato de um amigo, madeirense, a viver em Coimbra, mas com família e amigos na Madeira, que aqui publicarei se ele me autorizar que o faça.
Mais que a frieza dos números, e o relato das agências noticiosas, o relato do meu amigo permitiu-me perceber o que é estar longe, a acompanhar estes desenvolvimentos, e nada mais poder fazer que não seja rezar.
E é só isso que todos podemos fazer por enquanto.
As imagens são impressionantes.

 

Sem comentários:

Enviar um comentário