O "arcebispo" D. Domingos Paciência

Os papéis inverteram-se mesmo - agora é o Domingos que diz que o Braga só se afirmará como candidato ao título a 10 jornadas do fim, e eu que insisto que já é candidato ao título.
Domingos está a fazer um trabalho fantástico em Braga.
Sem craques no plantel, Domingos formou uma excelente equipa (há já quem opine que é a melhor http://www.maisfutebol.iol.pt/belenenses/belenenses-sp-braga-eduardo/1137764-1463.html).
Leva tiros no pé (jogadores transferidos para clubes rivais, castigos esquisitos e "cirúrgicos", ontem sofreu um penálti "duvidoso" e viu um jogador expulso aos 15 minutos de jogo!), tem um orçamento muito inferior ao dos principais adversários, muito menos hábito de jogar sob pressão, mas, mesmo assim, não vacila.
Com alguma sorte à mistura (também é necessária) vitória no Restelo (3-1), a aproximação ao Benfica, sabendo que os homens de Jorge Jesus têm mais um jogo.
É caso para dizer que Domingos devolveu a pressão que Jorge Jesus lhe queria colocar com classe!
Do outro lado esteve um Belenenses que terá dito definitivamente adeus às (poucas) possibilidades que lhe restavam de escapar à Liga Vitalis na próxima época.
Na próxima jornada o Benfica recebe o Belenenses, o Braga recebe o Marítimo e o Porto vai a Matosinhos defrontar o Leixões.
Grande chapelada para o "cónego" Domingos Paciência!
Depois do excelente trabalho em Coimbra na época passada, a confirmação de um excelente treinador nesta época em Braga.
Insisto na opinião, do grupo Domingos (leva vantagem por enquanto), André Villas-Boas, com Paulo Bento e Jorge Costa a correrem por fora, sairá o nome do treinador do Porto pós-Jesualdo Ferreira.

Comentários

Publicar um comentário

Mensagens populares