7 de fevereiro de 2010

O empate do Benfica, a derrota do Sporting (Académica! Académica!) e o Queiroz ao estalo

Muitas notícias de bola.
O Benfica empatou em Setúbal (1-1) num jogo esquisito.
Dois autogolos, um pénalti desperdiçado por Cardozo já fora de horas, um golo (mal?) anulado ao Setúbal,....o normal, em boa verdade.
O Benfica jogou mal (acontece...), o Setúbal jogou bastante mais do que tem sido hábito, e até merecia ganhar o jogo.
Os encarnados vão continuar a liderar a tabela classificativa, mas sabem que têm um jogo a mais que os adversários e um empate que não estava nas contas a atrapalhar.
Tudo em vésperas de uma visita a Alvalade para disputar um cada vez mais escaldante jogo das meias-finais da Taça da Liga.
Isto porque, a juntar à normal emoção que rodeia qualquer Sporting - Benfica, os leões perderam ontem em casa com a Académica (primeira vitória fora de casa dos estudantes esta época. YES!!) e já levam três derrotas consecutivas (Braga, Porto e agora a Académica).
Depois de uma fase em que Carvalhal conseguiu estabilizar a equipa, dar-lhe algum ânimo e moral, alicerçados numa série de bons resultados, o Sporting teve uma semana desastrosa.
Tudo começou com a derrota em Braga, teve continuação na goleada no Dragão, para finalizar com esta derrota em Alvalade com a Académica.
Mais um jogo com casos (a normalidade, sempre a normalidade....), um Sporting sem qualidade, a contrastar com uma Académica personalizada.
Arrisco já que Carvalhal vai cumprir os seis meses de contrato para depois sair sem honra nem glória.
E parece cada vez mais óbvio que o problema do Sporting não era mesmo Paulo Bento.
Paulo Bento foi disfarçando os problemas do Sporting.
Numa equipa com pouca qualidade, constantes erros de casting nas contratações, uma estrutura directiva incompetente, não era ele realmente o problema.
Longe disso.
É fraca consolação, mas resta ao Sporting vencer o Benfica e tentar conquistar a Taça da Liga.
Se perder com Benfica, e o Leiria vencer o jogo que tem que disputar, o Sporting arrisca-se a sair da Taça da Liga e ficar em quinto lugar no campeonato.
Tudo em menos de duas semanas.
É mesmo dose para leão!
And now for something completely different (or not...).
Carlos Queiroz e o comentador da SIC (a SIC, sempre a SIC!) Jorge Baptista, desentenderam-se.
Carlos Queiroz fala numa troca de palvras mais azeda; Jorge Baptista fala em agressões mútuas.
Ou seja, depois da cena de pugilato entre Sá Pinto e Liedson, agora uma cena de wrestling entre Carlos Queiroz e Jorge Baptista.
A doce normalidade do futebol em Portugal....


Sem comentários:

Enviar um comentário