20 de maio de 2010

Relojoaria de luxo

Novamente o destaque para uma marca muito pouco conhecida do grande público - Jean-Mairet and Gillman.
 A história da marca pode começar a ser contada a partir de 1766 quando Jean-Henry Mairet começou a inventar instrumentos para serem utilizados na indústria relojoeira.
O seus descendentes, como Sylvain Jean-Mairet deram continuidade a esta tradiçvão, mas começaram a criar também relógios de grande precisão e complexidade técnica.
Só com Cesar A. Jean-Mairet, já no século XX, a família começou a assinar as suas próprias criações.
A família Gillman, por seu turno, era uma família dedicada à ciência e à relojoaria, de linhagem nobre, de que é exemplo Miss Caroline Bovet de Fleurier.
Cesar, conseguindo uma mescla das tradições das duas famílias, apresenta no ano 2000 a primeira grande colecção de relógios da marca, os Grand Voyageur.
Seguem-se as colecções Seven Days, Hora Mundi, Chronograph Alexander e Continentes, apresentada na Baselworld de 2005, todas elas de grande sucesso e que firmam a posição da marca no mercado da relojoaria de luxo.
Aqui o  modelo "Hora Mundi", em caixa de ouro branco, movimento automático, edição limitada de 25 relógios, com um preço a rondar os 40 000 Us dólares.


Aqui o World Time Retro- Hour Limited , caixa em aço, edição limitada de 200 relógios, movimento automático, leitura da hora em três continentes diferentes (12 às 4 - Ásia Pacífico; 4 às 8 - Europa/Africa ; 8 às 12 America), preço de venda ao público cerca de 7 700 Us dólares.
 




Sem comentários:

Enviar um comentário