19 de agosto de 2011

O zero positivo, os zeros negativos, os zeros que fazem querer mais e não melhor, e um Mourinho que nem sempre é grande

O Blogger, ontem, não deixou escrever nenhum novo post.
Há dias assim....
E havia muito para escrever.
Ficou para hoje.



Para começar, obviamente, a selecção sub-20 e a presença na final do Mundial da Colômbia.
Vinte anos depois de Lisboa, com uma equipa que é o oposto da que então foi campeã, os jovens portugueses estão novamente na final de um Mundial de futebol.
Ilídio Vale conseguiu formar um colectivo forte, seguro, confiante, com muita raça e nervo.
Sem vedetas, como havia na geração que foi campeã em Lisboa, esta equipa é, acima de tudo, isso mesmo - uma equipa, um grupo forte.
Não joga bonito (a nota artística é baixa) mas joga de forma prática e segura.
E ganha.
Os garotos portugueses chegam à final sem sofrer um único golo.
Um feito inédito a este nível.
Se isto não é brilhante....
O tal zero positivo.
Depois das vedetas argentinas e francesas, venham daí as vedetas brasileiras!!



Agora a vez dos zeros negativos.

O mais negativo de todos, o do Guimarães em Madrid.
Com a derrota no Vicente Caldéron (2-0) o Guimarães está fora da Liga Europa.
Os vitorianos não convencem.
Falharam duas vezes com o Porto, e falham agora estrondosamente com o Atlético de Madrid.
Não há classe nesta equipa do Guimarães.
Que se transcende a jogar em casa, mas que é muito fraquinha para aquilo que diz pretender alcançar.
Muito pouca qualidade na equipa e uma eliminatória certamente perdida.

Outra desilusão deste princípio de época é o Sporting.
Há mais querer que em épocas anteriores.
Mas o querer não chega.
Demasiadas debilidades para um equipa que se quer candidata a títulos.
O 0-0 da Dinamarca, com uma equipa de segunda linha (Nordjaelland) pela frente, com um final aflitivo, não auguram nada de bom para o futuro deste Sporting.
Estou convencido que os leões vão passar a eliminatória (só faltava serem eliminados pelos dinamarqueses!)
Mas têm muito trabalho para realizar.
E alguma (muita?) notória falta de qualidade.

Falta de qualidade e desnorte.
Vírus que contagiaram o Braga.
Ao contrário de épocas mais recentes, a casa está desarrumada (deixar Pizzi e Lima de fora não lembra ao diabo!!), o plantel ainda não está formado, anda tudo aos soluços e aos tropeções.
E Leonardo Jardim não consegue pôr ordem nesta bagunça.
O empate (0-0), com os suíços do Young Boys, deixa tudo em aberto no que diz respeito ao desfecho da eliminatória.
Mas deixa, acima de tudo, um travo amargo e muitas dúvidas no ar.
O Braga tem que ir agora ganhar a eliminatória à Suíça.
Conseguirá?
Confesso que não sei.

Continuando na mesma onda (ausência de qualidade) chegamos à Madeira.
O 0-0 do Nacional/Birmingham deixa os madeirenses numa posição muito complicada.
A jogar contra uma equipa do segundo escalão do futebol inglês, os comandados do Ivo Vieira deram mostras de uma incapacidade total de resolver o jogo e a eliminatória a seu favor na Madeira.
Conseguirão fazê-lo em Inglaterra?
Tenho sérias dúvidas.




E chegamos aos zeros que fazem perder a cabeça, querer mais e não melhor.
Depois do camião de libras que convenceu Villas-Boas a mudar-se para Inglaterra, agora um camião de euros convenceu Falcao e Rúben Micael a mudarem-se para Madrid.
E já se anuncia mais um camião de libras (ou serão rublos??) para levar Moutinho e Álvaro Pereira para Inglaterra também.
Concentremo-nos em Falcao e Rúben Micael.
O colombiano teve medo.
Tão simples quanto isso.
Depois de uma época excepcional, a roçar a perfeição, a caminho dos 26 anos, com a cotação em alta e sem que nenhum dos grandes clubes o viesse contratar, aceitou os milhões do Atlético (ganhava 250 mil euros/mês no Porto e vai ganhar o dobro, diz-se).
Muda-se para mais, não para melhor.
O Atlético não disputa o título em Espanha, não disputa a Liga dos Campeões.
Mas paga muito.
Veremos o que fará Falcao sem as "muletas" Hulk, Varela, James.
Com o Inter a vender Eto'o, o Chelsea a precisar de renovar a equipa, o Barcelona a ter que pensar na substituição do trintão Villa, o Real a precisar de um matador, Falcao teve medo de esperar.
E, com isso, perder tempo, prestígio e dinheiro.
Posso estar enganado, mas creio que, com este gesto, só ganhou dinheiro.
Bem diferente a situação de Rúben Micael.
"Tapado" no Porto, muda-se para o Atlético.
Que o vai emprestar ao Saragoça.
O madeirense quer jogar com regularidade para estar presente no Europeu do próximo ano.
Tal com acontecera com Castro.
Uma atitude inteligente dos dois jovens portugueses.
Já Falcao......digamos que voou baixinho.



Baixinho, muito baixinho, o gesto de José Mourinho.
Não bastava perder a Supertaça para o Barcelona, que é muito melhor equipa que o Real, teve (mais) uma atitude reles.
A agressão ao adjunto de Guardiola é uma baixaria completa.
Que devia envergonhar aquele que passa por ser o melhor treinador do Mundo (já estive mais convencido disso que agora).
Guardiola tem razão quando diz que o ambiente entre Real e Barcelona chegou a um ponto que faz adivinhar uma desgraça.
E Mourinho é o grande culpado desse estado de coisas.
Não há como o esconder.
O treinador português faria bem se se concentrasse em fazer crescer a sua equipa.
Porque, assim, vai continuar a perder jogos e troféus para o rival Barcelona.
E a culpar tudo e todos (contra Mundum).
Menos ele próprio.
Que é o principal responsável.

4 comentários:

  1. Estimado Amigo Pedro Coimbra,
    O special one é bom nisto, como não consegue ganhar quer impor a lei do texas.
    Não discuto a competência profissional, popis num mjogo de futebol há quem perca e quem ganhem e por vezes empate, a isso se chama desporto, ora não aceitar as realidades, não é ser-se um Special One, mas sim um vulgar treinador com os nervos à flor da pele.
    Mau desportista e a mania de ser o melhor, categoria essa qua ganhou agora, não como treinador mas sim como arrogante e arroaceiro.
    Abraço amigo

    ResponderEliminar
  2. Arruaceiro, é mesmo isso caro amigo Cambeta.
    Que baixeza!!
    Vê que não consegue derrotar o Barcelona e recorre a estas cenas tristes.

    ResponderEliminar
  3. Amigo VICI,
    É um post que vai do muito bom ao péssimo.
    Que figura triste fez o Mourinho!!
    Abraço

    ResponderEliminar