21 de agosto de 2011

Matri-mono (13)


A minha esposa e eu fomos felizes durante vinte anos.
Depois, conhecemo-nos.

Rodney Dangerfield

4 comentários:

  1. Estimado Amigo Pedro Coimbra,
    Por vezes assim contece, felizmente que estou casado já fez 43 anos e ainda não conheço a minha esposa rsrsrsrs.
    Abraço amigo

    ResponderEliminar
  2. Caro amigo Cambeta,
    Você é terrível!!! :)))

    ResponderEliminar
  3. Caro confrade Pedro Coimbra!
    As relações matrimoniais são surpreendentes, porque quem pode afirmar que conhece de fato seu cônjuge?
    Caloroso abraço! Saudações desconfiadas!
    Até breve...
    João Paulo de Oliveira
    Diadema-SP

    ResponderEliminar
  4. Caro Prof. João Paulo Oliveira,
    Conhecer o outro é complicado.
    Mas, no caso do autor, ele fica-se pelo facto de se terem encontrado um ao outro.
    Uma patetice.
    Um abraço

    ResponderEliminar