24 de agosto de 2011

Matri-mono (16)


Sempre que saímos, a minha mulher e eu caminhamos de mãos dadas.
Se a solto, foge para as compras....

Anónimo

(E, agora, vou sair com a minha mulher e as minhas filhas porque as férias das meninas estão a acabar. Há que aproveitar todos os bocadinhos. Abreijos!!)

8 comentários:

  1. Estimado Amigo pedro Coimbra,
    Qaundo era jovem e casado à pouco tempo saia de mão dada com a minha esposa, nos dias de hoje eu caminho sempre à frente e ela atrás, e sem receio que ela fuja para fazer compras.
    É a idade!...
    Abraço amigo

    ResponderEliminar
  2. É mais comprinha menos comprinha... As compras não fazem mal a ninguém... E relativamente a isso das compras, dizem os entendidos, que é verdade que as mulheres compram três vezes mais do que os homens, mas que os homens gastam três vezes mais que as mulheres... Se é verdade ou não...

    Beijo e bom dia*

    ResponderEliminar
  3. Amigo Cambeta e Catarina,
    Isto é só uma bricadeira.
    Em termos de compras, consumismo, estamos bem um para o outro.
    Foi o que disse uma amiga nossa quando soube que namorávamos - "estão bem um para o outro porque são os dois muito vaidosos".
    E tinha toda a razão.

    ResponderEliminar
  4. Bom passeio, Pedro.
    Quando começam as aulas? Também em Setembro? Aqui é sempre no dia depois do “Labour Day”(que é sempre a uma segunda-feira). Este ano calha a 6 de Setembro.

    ResponderEliminar
  5. As meninas já vão começar as aulas na próxima semana, Catarina.
    Elas andam numa escola inglesa (70% do ensino em inglês e 30% em mandarim) e começam as aulas muito antes das outras escolas.
    O passeio foi muito bom.
    Almoço no Aurora do hotel Altira (cozinha italiana). Bowling à tarde. E elas e a mãe cozinharam o jantar para todos.
    Um dia em cheio!!
    Agora é hora de dormir

    ResponderEliminar
  6. Pedro
    Como cheguei tarde resta-me desejar bons sonhos.
    Abraço

    P.S. Estou a vir à net só depois de jantar no portátil do Rodrigo porque estou a aproveitar e ir à minha praínha durante o dia.

    ResponderEliminar
  7. Nunca é tarde, Adélia.
    Divirta-se muito!!!

    ResponderEliminar
  8. Será a famosa Santa Rosa de Lima? De resto, faz você muito bem porque o inglês é essencial e o mandarim também já o é, embora não lhes deva descurar o ensino do português, pois afinal elas são portuguesas.

    ResponderEliminar