17 de junho de 2010

Finalmente viu-se futebol!

Um bálsamo para os olhos, o que se viu ontem no Mundial da África do Sul.
Bom futebol, emotividade, surpresas, golos, grandes jogadas, grandes jogadores,.....futebol, caramba!!
Tudo começou com uma equipa do Chile que terá surprendido muita gente menos atenta.
Os chilenos, que tiveram um apuramento quase imaculado (deixaram os brasileiros e os argentinos para trás), bateram as Honduras (1-0) com uma primeira parte de grande nível.
Futebol atractivo, jogado em grande ritmo, bons jogadores (onde andou escondido Matías Fernandez ???), um golo a coroar uma bela jogada de futebol.
É verdade que o ritmo baixou na segunda parte, mas o perfume do futebol chileno ficou no relvado e chegou aos televisores.
Destaque, para além de Matías Fernadez, para Alexis Sanchez, Valdivia e para o lateral Isla.
Para o segundo jogo do dia estava guardada a primeira grande surpresa.
Uma equipa com jogadores fantásticos, que joga um futebol excelente (faltou marcar...), que consegue mais de 70% de posse de bola, que faz mais 20 remates!!, que é a actual campeã da Europa, acaba por perder o jogo.
A Espanha, mesmo perdendo, confirmou que é uma das selecções mais fortes neste Mundial.
A Suíça, com alguma sorte à mistura, marcou, ganhou, e até podia ter marcado mais um golo.
Eficácia extraordinária dos suíços, uma precipitação de Casillas, uma frieza incrível de Ottmar Hitzfield.
O resultado é um castigo pesado para os espanhóis e um prémio algo injusto para os suíços.
E faz do Grupo um dos mais atractivos com os espanhóis, os suícos e os chilenos a lutarem por duas vagas na fase seguinte.
Posso ser sincero?
Gostava que passassem os espanhóis e os chilenos.
O último jogo do dia marca o adeus dos organizadores neste Mundial.
A derrota (3-0) da África do Sul perante o Uruguai, para além de mostrar o bem futebol dos uruguaios, o temperamento letal de Diego Fórlan, o bom jogo de Álvaro Pereira, terá deixado os sul-africanos precocemente pelo caminho.
Os uruguaios, que já contavam uma série de 17 jogos sem vitórias em mundiais, conseguiram ontem uma vitória muito importante, alicerçada numa boa exibição, culminada com uma goleada.
Finalmente, houve "bola" neste Mundial!!!

2 comentários:

  1. Citando o Gabriel Alves, a técnica da força contra a força da técnica.
    Sempre uma forte possibilidade.

    ResponderEliminar