22 de setembro de 2009

Homenagem a um gentleman

Teve ontem lugar na Catedral de Durham (Inglaterra) uma homenagem ao recentemente desaparecido Sir Bobby Robson.
Bobby Robson marcou uma época no futebol português.
A sua fleuma, a sua infinita sabedoria sobre futebol, o seu fino sentido de humor, as expressões que imortalizou ("passe precise", box-to-box player,...) ficam na memória de todos os que com ele privaram.
Sousa Cintra contratou-o para o Sporting e cometeu aquele que o próprio considerou ter sido o pior erro do seu reinado ao despedi-lo, abruptamente, quando até comandava o campeonato.
Pinto da Costa resgatou-o imediatamente e a relação foi bastante frutuosa (entre outros, dois títulos de campeão nacional e um futebol realmente agradável à vista).
Sir Bobby Robson viveu então um período conturbado da sua vida quando foi acometido de grave doença.
Lutou e venceu a enfermidade, tansferindo-se em seguida para Barcelona.
Há já dois anos que vinha travando nova luta, agora com outra grave doença, sendo que esta acabou por ser mesmo a sua última batalha.
Disputada com a dignidade que pautou toda a sua vida e que justificou a homenagem que lhe foi prestada e de que aqui se dá conta.
Rest in peace Sir Bobby Robson.

Sem comentários:

Enviar um comentário