15 de setembro de 2009

George Clooney gay?

Tem feito correr muita tinta a possibilidade de George Clooney ser gay, assim se explicando o facto de ainda não ter casado apesar de ser o solteirão mais desejado (pelo menos é o que relatam as revistas cor - de -rosa.....).
O caso assumiu contornos anedóticos recentemente em Veneza, com um jornalista italiano a declarar-se a Clooney e a fazer striptease na conferência de imprensa (ver aqui www.sistemaodia.com/.../veja-o-video-em-que-jornalista-italiano-tira-a-roupa-diante-de-george-clooney-53645.html).
Mas afinal como começou toda esta história?
No Late Show de David Letterman Matt Damon explicou tudo.
Farto de lhe perguntarem quando se casaria com Angelina Jolie, Brad Pitt respondeu que só daria tal passo quando George Clooney também fizesse o mesmo com o seu namorado.
Tratava-se de uma brincadeira e de uma maneira de dizer que, muito provavelmente, nunca se assitiria a tal matrimónio.
Mas não foi assim que os jornalistas italianos entenderam a mensagem.
E entra no argumento Matt Damon.
Chegado a Veneza, é imediatamente confrontado com a possibilidade de Clooney ser gay e é-lhe perguntado se tinha conhecimento desse "facto".
Matt Damon, com um sentido de humor apurado e sempre amante de uma boa "confusãozinha", como identificava estas situações um bom amigo, responde que sim senhor, obviamente que era conhecedor da homosexualidade de Clooney, que conhecia, ele todos os amigos (Brad Pitt incluído) o namorado de Clooney, e que, inclusivamente, já teriam tentado convencer ambos a contraírem matrimónio, algo que poderia acontecer nos dias que estavam a passar em Veneza.
Mas tratava-se de um segredo e, como tal, não queria que esta "informação" fosse divulgada (fica mesmo só aqui entre nós os 50 como diz outro bom amigo...).
E assim se criou um "facto", uma "notícia", que encheu revistas e embaraçou o pobre do Clooney que estava completamente fora da jogada.
Ouvi Matt Damon a relatar a história e percebi até onde vai o poder de um boato bem lançado e ajudado pela imprensa mais sensacionalista e estúpida.
Cito outra vez o meu amigo do "fica aqui só entre nós os 50" quando afirma que esta é a típica notícia de primeira página de tablóide - "Podemos afirmar que fulano de tal é paneleiro. Só não pudemos foi confirmar".

Sem comentários:

Enviar um comentário