3 de setembro de 2009

Antenas e cabos

Alguém me consegue explicar quais são os direitos de quem rouba sinais de satélite?
É que eu não consigo perceber.
Mas deve haver um qualquer código, que eu desconheço, onde estarão bem explícitos esses direitos.
Quem parece que conhece os ditos é a Direcção de Serviços de Regulação de Telecomunicações (DSRT) uma vez que já se referiu aos mesmos várias vezes, publicamente, e utiliza esse argumento para perpetuar a vergonhosa actuação dos larápios que pomposamente são conhecidos por anteneiros.
Quem são estes anteneiros?
São os que roubam os sinais de satélite que, supostamente, seriam objecto de concessão à Macau Cable TV.
Mas como é que se vai acabar com a actividade dos anteneiros se este é o meio de subsistência de muitas famílias, pergunta a DSRT.
Ficamos assim a saber que se pode roubar, desde que seja para sustentar a família.
Se for para outros fins é que não se pode.
Mas apetece dizer que a Macau Cable TV também merece o que lhe tem acontecido ao longo dos anos.
Serviço mauzinho (estou a ser simpático....) e aquele hábito de cancelarem canais e substituirem os que cancelam por outros sem passarem cavaco a ninguém, merecem mesmo uma cambada de anteneiros a darem-lhes cabo do negócio.
O último exemplo é muito recente.
Cancelaram o Nicklodeon sem avisar ninguém.
As minhas filhas, e muitas outras crianças, ficaram desiludidas.
Quando perguntei o que é que se passava, tranquilizaram-me porque, foi isto mesmo que me disseram!, "agora temos o Crime and Investigation Network".
O sonho de qualquer pai responsável é mesmo que os seus filhos deixem de ver o Sponge Bob e passem a ver a história do violador de Filadélfia!

Sem comentários:

Enviar um comentário