16 de janeiro de 2012

A FRASE DO SECULO XXI


"Deus fez o Céu e a Terra......O resto é feito na China"

8 comentários:

  1. Houve uma altura em que evitei comprar peças de vestuário “made in China”. Com o passar do tempo, começou a ficar cada vez mais difícil. Hoje, lamentavelmente, não presto atenção. Por curiosidade, acabei de ver algumas peças de roupa. Um par de calças made in Bangladesh, outras peças made in China, inclusivamente, um fato da marca Dana Buchman; Calvin Klein... nas Filipinas... sapatos Nine West na China...

    ResponderEliminar
  2. Catarina,
    Quase todo o vestuário é feito na Ásia.
    Em crescendo também, o Norte de África.
    Mão-de-obra barata....
    Vamos ver se o Blogger me deixa ver os comentários e comentar.
    Tem sido complicado.

    ResponderEliminar
  3. Não há dúvida que a exploração continua cada dia mais forte e organizada. As pessoas serão apenas peças de uma máquina que tem de dar lucro. Um destes dias começam a comer apenas e só os Kits de ração pesada e medida.
    Nada se perde e até os restos serão reconvertidos.
    Gosto de viver mas não nesta corrente destruidora do ser humano.
    Pensar será apenas para os chefes...os outros são... nada...

    ResponderEliminar
  4. Hum, está a ver Pedro, porque é que eu defendo as compras na lojinha da rua! Não é fácil, até porque os preços por vezes são mais elevados, mas a qualidade compensa! Há uns anos, ainda o dinheiro escasseava no meu bolso :p, fiz um esforço enorme para comprar um top, uma coisa relativamente simples na Mango que custava 30€ (Na altura foi mesmo um esforço, já que praticamente vivia com esse dinheiro por semana, um pouqito mais talvez...) Toda contei comprei a porcaria do Top, quando descobri que era Made in China fiquei pi ursa... Só que de facto está difícil evitar esta tendência, os EUA que se preparem porque a sua era está a chegar ao fim para dar lugar a Era da China!*

    ResponderEliminar
  5. Luís,
    Se reparar nas etiquetas de quase tudo o que compra, verá Ásia e Norte de África.
    Porque a produção é barata e o lucro maximizado.
    Um paradigma que não prevejo que mude rapidamente.

    Catarina,
    O que é curioso é que, a passear em Roma, encontra produtos feitos em Itália, muito boa qualidade e design, a preços muito atractivos.
    Obviamente não são os preços que se podem praticar com produtos feitos na Ásia e no Norte de África.
    Mas, pergunto eu, os asiáticos e os africanos vendem para onde?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Por vezes também acontece, que as as peças são feitas fora, e depois o produto é finalizado nos respectivos países! Mas eu continuo sem perceber o que fizemos com a nossa economia! Cá em Portugal fazem-se por exemplo sapatos de uma qualidade espectacular! Mas parece que é preferível comprar porcarias nas Zaras e afins (a sério, a Zara e outras semelhantes tem muita coisa com uma falta de qualidade berrante!)

      Eliminar
  6. Caro confrade Pedro Coimbra!
    Aqui entre nós os produtos chineses estão por toda parte!
    Caloroso abraço! Saaudações globais!
    Até breve...
    João Paulo de Oliveira
    Diadema-SP

    ResponderEliminar
  7. Caro Prof. João Paulo de Oliveira,
    Os produtos de fabrico chinês estão por toda a parte, em toda a parte.
    A "fábrica do Mundo", não é?
    Aquele abraço

    ResponderEliminar