6 de janeiro de 2012

Enigma de fim-de-semana

Quem foi que disse

 "Nunca o fiz, não faço, nem façarei"…?

Uma ajuda - Não foi o Jorge Jesus.
Na segunda-feira dou a resposta.
Com provas.
Bom fim-de-semana!!

17 comentários:

  1. Não sei se o comentário seguiu (?)
    Poderá saír repetido (?)...

    Não se trata de linguagem do norte nem de gente inculta !
    Estou mais inclinado para o sul e para gente com responsabilidades !

    Calculo que tenha sido há uns 3 a 4 anos ! :)))
    .

    ResponderEliminar
  2. Muito por aí, Rui.
    Grandes responsabilidades, diria eu.
    Bfds

    ResponderEliminar
  3. Aníbal António Cavaco Silva, em Abril de 2008.

    Este senhor que dizem ser uma espécie de presidente...

    ResponderEliminar
  4. Foi o Presidente da República Portuguesa, o senhor Aníbal Cavaco Silva!! XD

    ResponderEliminar
  5. Pedro
    Palavras à Cavacada.

    Beijinho e uma flor

    ResponderEliminar
  6. Grande calinada na gramatica :P
    Parabéns pelo blog...Bom Ano :)

    ResponderEliminar
  7. Um erro qualquer pessoa comete. Mesmo um presidente quando se refere à chefe de Estado do Brasil como presidenta. De certeza que não foi uma calinada gramatical por ignorância esta do façarei. Por vezes, demora uns segundos para nos apercebermos da asneira que dissemos! : )

    ResponderEliminar
  8. António, FireHead, Adélia,
    Bingo!!!!
    Abreijos

    Paula,
    Das boas mesmo.
    Das que nos fazem rir
    Bom Ano para si também!!

    Catarina,
    Mas que teve piada, lá isso teve.
    E dá para fazer umas charadas nos blogues.
    Não se perdeu tudo :))

    ResponderEliminar
  9. Vão ver as fotos da Paula no blogue dela.
    Tinha estas fotografias para mostrar e não nos dizia nada, Paula?

    ResponderEliminar
  10. Cheguei atrasada para decifrar o enigma
    está mais que descoberto!!!

    Só HOJE
    voltei a postar no
    "Momentos Perfeitos"
    é o 1º post de 2012
    e
    deixei uma MENSAGEM
    em forma de poesia
    feita por mim:

    Em 2011...
    Caminhei pela Vida
    Cá dentro e também fora do país

    Vi gente...
    Vi lugares exóticos...
    Vi outras culturas...

    E pensei...

    Isto é o Mundo...

    voltei e voltei mais uma vez
    continuei...
    A ver pessoas de outras nacionalidades...
    A ver lugares de pura poesia...
    A ver outros hábitos de vida...

    Mas...

    Não vi tristeza nos olhares...
    Não vi raiva nas palavras...
    Não vi pessoas falsas...
    Senti a “diferença”...

    Da Esperança no dia de Amanhã...
    Da Alegria nos rostos...
    Do Amor e Fraternidade...

    continuei a caminhar...
    e gostei de sentir...
    o brilho no coração e o calor da Alma...

    E a pensar...

    Este Mundo
    Será de todos?

    Sim, poderá ser...
    basta QUERER...
    basta ACREDITAR
    e não…desanimar

    não desistir...
    Encontrar motivação e força...
    para que o Mundo seja melhor!!!

    bjs meus.
    BOM ANO 2012

    ResponderEliminar
  11. Teve piada, pois, Pedro! : )
    Bom fim de semana.

    ResponderEliminar
  12. Belo poema, tulipa.
    Um Mravilhoso 2012!!

    Deu para rir o lapsus linguae do Sr. Presidente, Catarina :))
    Bfds

    ResponderEliminar
  13. Não faço, nem façarei ideia de quem disse esta bela frase.

    Caso, tenha sido o Cavaco, penso que, é muito melhor dar calinadas na gramática do que dar pontapés na democracia, como está a fazer o Christian Wulff, o actual presidente alemão.

    ResponderEliminar
  14. Caro confrade Pedro Coimbra!
    Peço-lhe licença para responder a confrade Catarina.
    Cara confrade Catarina!
    Fico exasperadíssimo quando vejo alguém se referir a Presidente da República Federativa do Brasil como "Presidenta". O pior é que parece que a Mandatária Maior do Poder Executivo no âmbito Federal incentiva esta forma de tratamento.[sic]
    Aqui no Estado de São Paulo a Presidente da Associação dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo APEOESP, uma petista roxa, também envia correspondências aos associados intitulando-se "Presidenta". Como pode uma professora, Presidente de um Sindicato de Professores, disseminar esta forma inculta?!...
    Valha-nos Santa Teresa de Ávila!!!!
    Caloroso abraço! Saudações linguísticas!
    Até breve...
    João Paulo de Oliveira
    Diadema-SP

    ResponderEliminar
  15. Caro Prof.,
    Embora não exista (ainda!) o termo “adolescenta” (ou “gerenta”), a palavra “presidenta” figura no priberam.
    Talvez porque era impensável antigamente ter uma mulher na presidência, o termo não se popularizou. Creio que devemos ter uma mentalidade mais aberta sem, no entanto, descurar da gramática correta ou do sistema de ensino em geral – o aproveitamento académico está a ficar com valores muito baixos! : )
    Houve grandes críticas quando o presidente português se referiu ao vosso como “presidenta”. Confesso, fiquei surpresa. Acabei de ler que esse termo foi e é usado por Lula e pela atual presidente, e que existe no dicionário. Agora compreendo a razão pela qual Cavaco Silva usou o termo “presidenta”. Há sempre uma explicação. A tendência é julgar ou devido ao nosso desconhecimento ou por não pensarmos antes de falarmos! : )
    Abraço

    ResponderEliminar
  16. Deixe 3 possíveis idi... digo portugueses banais que tem habilidade para o diçerem:
    Sr Silva;
    Sr Coelho;
    Sr Bibi.

    ResponderEliminar
  17. EMATEJOCA,
    Foi o nosso Presidente da República.
    Aconteceu.
    Pode acontecer a qualquer um.
    E, efectivamente, é melhor este pontapé na gramática, acidental, que outros pontapés.
    Como aquele que refere, por exemplo.

    Caros Prof. João Paulo de Oliveira e Catarina,
    A primeira pessoa a usar o termo presidenta foi a própria Dilma Rousseff.
    E foi grandemente criticada pelo facto.
    O debate continua acerca da correcção do mesmo.

    Cavaco Silva usou o termo não por uma questão de corecção linguística, antes numa perspectiva diplomática.

    A Presidente (eu inisisto no termo Presidente) do Brasil referir-se a si própria, mesmo na tomada de posse, como Presidenta, e o Presidente da República, em Portugal, corrigi-la, era muito feio.
    Abreijos

    luxmike,
    Foi o nosso Presidente da República.

    Fica aqui o contexto e o link para relembrar o lapsus linguae:

    Disse o Presidente que não faz declarações sobre a vida dos partidos, acrescentando:
    "Nunca o fiz, não faço, nem façarei"…

    Querem confirmar?
    Então oiçam a gravação no link:

    http://www.tsf.pt/PaginaInicial/portugal/Interior.aspx?content_id=913933

    ResponderEliminar