27 de março de 2010

Sporting derrotado na Madeira

Num jogo mal jogado, um Sporting sem Moutinho, Veloso e Izmailov (Matias Fernandez e Vukcevic já são ausências habituais, tal como Postiga, todos definitivamente fora das contas de Carvalhal) foi derrotado pelo Marítimo por 3-2 nos Barreiros.
Com um plantel curto, poucas soluções, problemas de balneário ainda muito mal explicados, e com Carvalhal a ser forçado a inventar, não surpreende que o resultado tenha sido desfavorável aos leões.
Aliás, do ponto de vista dos sportinguistas, não é nada de grave.
A posição do Sporting está definida (o Sporting não pode aspirar a mais que o quarto lugar, posição que também não corre o risco de perder), e a estrutura dirigente do futebol leonino já estará mais preocupada em preparar a próxima época, em saber com quem pode contar.
Vistas assim, as ausências de Moutinho e Veloso até têm uma vertente positiva.
Quem os poderá substituir se estiverem impedidos ou forem transferidos?
Há soluções no plantel actual?
A resposta de ontem foi clara - não há soluções no actual plantel para substituir estas duas peças nucleares e o Sporting terá de ponderar muito bem uma possível mais-valia com a transferência de qualquer deles e os custos, desportivos e financeiros, daí decorrentes.
O Marítimo, com a vitória de ontem, coloca-se na luta por um lugar na Liga Europa, desde sempre a ambição assumida pelos insulares.
A realçar, no insonso jogo de ontem, um golaço de Pitbull.
E o facto de se terem marcado cinco golos, que é algo cada vez mais raro.

Sem comentários:

Enviar um comentário