17 de março de 2010

Inter e CSKA em frente; Chelsea e Sevilha caem


Ele é The Special One!
No seu regressso a Inglaterra, Mourinho foi .....Mourinho - um espectáculo dentro do espectáculo.
Dentro e fora do campo.
Depois de ter dito que nunca tinha perdido em casa, quando confrontado com a hipótese de perder em Stanford Bridge, Mourinho terá deixado Roman Abramovich à beira de um ataque de nervos quando, na véspera do jogo, numa conferência de imprensa com a sala a abarrotar, deixou claro que continuava a ganhar coisas importantes, enquanto o Chelsea........também ganhou uma FA Cup!
No seu melhor o técnico português.
Único na sua argúcia, na sua capacidade, na sua inteligência, na utilização que consegue fazer dos media, na habilidade para irritar os adversários.
Dentro do campo, Mourinho sabe, como ninguém, ler o jogo.
Ontem, em Stanford Bridge, o Inter foi o exemplo do que é uma equipa italiana.
Controlou o jogo, não deixou que houvesse grande espectacularidade e grande velocidade, jogou com toda a matreirice, irritou o adversário, e matou o jogo, e a eliminatória, com um golo de Etoo aos 79 minutos.
Do outro lado, um treinador italiano, e da escola italiana, assistia impotente à lição do Special One.
Que concentra as atenções.
Num jogo em que estão envolvidas duas equipas que têm nos seus quadros muitos dos melhores jogadores do Mundo, as atenções concentram-se no treinador de uma dessas equipas, e é ele que sai como grande vencedor deste duelo.
O Inter avança para os quartos-de-final e Mourinho confirma que é, incomparavelmente, o melhor, o Special One.
Em Espanha, um japonês tornou-se herói de uma equipa russa (querem melhor exemplo de globalização?).
O CSKA avança para os quartos-de-final com uma vitória (2-1) em Sevilha, golo decisivo de Keisuke Honda, contando com a ajuda preciosa de Palop, o guarda-redes sevilhano.
Uma surpresa esta equipa russa e uma grande desilusão para os espanhóis com a eliminação da equipa andaluz.


2 comentários:

  1. E o SPECIAL 1 continua sem perder em Stamfod Bridge. Arrogante? Só para os jornalistas porque ele continua a dizer isso mesmo. Nunca lá perdeu. E os números provam tal.

    ResponderEliminar
  2. Mourinho é realmente fabuloso.
    Drogba, Etoo, Ballack, quem são esses tipos quando está presente aquele malandro?
    Estás a vê-lo no Real?
    Seria curioso ver o melhor treinador, e o melhor jogador do Mundo, ambos portugueses, no mesmo clube.
    Abraço

    ResponderEliminar