14 de março de 2010

Benfica sob pressão

O Braga não desarma.
Vitória ante o Rio Ave, uma equipa que está talhada para causar aborrecimentos, e o Benfica sob pressão.
Sendo portista, tenho de reconhecer que os minhotos merecem a Liga dos Campeões.
Não deslumbram, têm óbvias limitações (a carreira na Champions, a acontecer, será decerto curta), mas são esforçados, trabalhadores, estão bem orientados, são sérios. 
O que lhes falta em talento, sobra em suor.
A época excepcional que estão a realizar explica-se muito por aí.
Sem grandes alternativas no plantel, vão resistindo a castigos, a lesões, à perda de jogadores importantes.
A vitória de ontem, a primeira frente ao Rio Ave esta época, coloca o Braga a par do Benfica na liderança da Liga Sagres.
E obriga as águias a ganhar na Madeira, num jogo que já seria difícil, mas que se tornou ainda mais complicado depois do que aconteceu na primeira volta.
Lembram-se do "um cretino, é um cretino"?
Agora Manuel Machado (ele e Jorge Jesus são tão amigos!!) junta-lhe a provocação - "Não há túneis na Madeira" (sic).
Mais um teste ao Benfica e à solidez da equipa com o Braga à espera.
Em Coimbra, com alguma dificuldade, o Porto regressou às vitórias.
O 2-1 representa a primeira reviravolta dos portistas esta época na Liga Sagres e foi conseguido quase no final do jogo (87 minutos) sem grande brilho.
Valeu a atitude, a crença, um Rodríguez renascido (a falta que tem feito o uruguaio...), para ultrapassar uma Académica bem orientada, bem arrumada, combativa.
O árbitro terá errado ao assinalar a grande penalidade que colocou a Académica na frente do marcador, Bruno Alves comandou a revolta, empatou o jogo, e o Porto conseguiu o golo da vitória em esforço.
Valeu a atitude, a presença na pré-eliminatória da Champions ainda é uma ilusão, a equipa demonstrou união num mau momento colectivo, mas há muito trabalho a fazer para que a próxima época seja bem diferente desta.
E Falcao falhou outra grande penalidade (já é a terceira na Liga Sagres).
O colombiano, grande jogador, tem que trabalhar (muito!!) estes lances.

Sem comentários:

Enviar um comentário