15 de março de 2010

Quando a política imita o futebol

Passa à votação artigo que tem norma polémica. “A violação da alínea f) do nº 1 do artigo 7 é tipificada como infracção grave, especialmente quando a mesma se consubstanciar na oposição às directrizes do Partido no período de sessenta dias anterior à realização de actos eleitorais nos quais o PPD/PSD apresente ou apoie candidatura.” A favor, 352; contra, 76; abstenções, 101. APROVADA.
Via Público

Esta alteração estatutária é a grande notícia que sai do Congresso do PSD realizado em Mafra.
No Congresso falou-se em Lei da Rolha, a imprensa seguiu a ideia e o qualificativo dos congressistas.
Os blogues também.
Eu cito José Régio - Não sei por onde vou/ Não sei para onde vou/Sei que não vou por aí.
Não é Lei da Rolha, coisa nenhuma!
Chama-se a isto blindar o balneário.
E é fácil perceber onde foram os congressistas laranja buscar a ideia - Ao Sporting!
Mais concretamente, a Costinha.
Santana Lopes, conhecido adepto leonino, assim que ouviu Costinha dizer publicamente que ia blindar o balneário dos leões, pensou imediatamente - "Ora aí está uma ideia genial para eu aproveitar como meu contributo para o Congresso. Vou blindar o partido!"
Falou com a actual líder, esta pensou imediatamente na asfixia democrática, e apoiou a ideia de Santana Lopes.
"Se o PS pode asfixiar, nós também havemos de poder, não é Pedro? Ainda que tenham que ser os nossos militantes!!
Não me deixaram suspender a democracia no País? Suspendo-a no partido, ora essa!"
E ficou feita a história deste Congresso.
Quando se pensava que o palco iria ser repartido pelo triunvirato Pedro Passos Coelho/Paulo Rangel/Aguiar-Branco, a velha guarda do partido mostrou que, apesar de estar moribunda, ainda estrebucha.
Quais foram as ideias defendidas pelos candidatos a líder?
Ninguém quer saber.
O que interessa é que, quem falar 60 dias antes das eleições, em sentido contrário à linha oficial, leva!
Agora digam lá que o PSD não está atento ao que se passa no País?
Roubam a ideia do Costinha, e ainda imitam o Jorge Coelho.
Subsiste alguma dúvida que estão prontos para governar?!

2 comentários:

  1. Também me apetece citar Sá de Miranda.

    M'espanto às vezes, outras m'avergonho.

    ResponderEliminar
  2. Bem a propósito.
    Vergonha que é um sentimento que também parece estar a passar ao lado de muito boa gente.

    ResponderEliminar