14 de novembro de 2009

La Cage aux Folles


Quando pensamos que já vimos tudo, que já nada de novo pode acontecer que nos cause espanto, eis que aparecem os Silvas e nos fazem pensar que, se calhar, a Terra não é redonda, definitivamente não é chata.
Até pode ser quadrada!

Augusto Santos Silva, por acaso ministro da defesa, vai à SIC revelar que o senhor primeiro-ministro foi escutado em 52 cassettes, durante quatro meses, no âmbito do processo Face Oculta.
Curioso, estava convencido que quem estava a ser escutado era Armando Vara, amigo e camarada do primeiro-ministro.
E que o primeiro-ministro apareceu em algumas escutas, em conversas com Armando Vara, cujo teor nunca conheceremos porque foram convenientemente varridas para debaixo do tapete.
Santos Silva não estará ainda com os tiques de ministro da propaganda? (aqui http://sic.sapo.pt/online/noticias/pais/Face+Oculta+Santos+Silva+revela+a+SIC+numero+de+cassetes+e+periodo+das+escutas.htm).

Vieira da Silva, por acaso ministro da Economia, não queria ficar esquecido neste processo lamacento.
Resolveu então, em declarações à Antena 1, adoptar o discurso da "pura espionagem política" (aqui http://www.publico.clix.pt/Sociedade/face-oculta-vieira-da-silva-fala-em-espionagem-politica-por-causa-das-escutas_1409777) .
Mais uma vez, como em tantas outras situações semelhantes, não há aqui tráfico de influências, corrupção, fraude fiscal.
O que há são as habituais perseguições políticas ao senhor primeiro-ministro.
O que lhe vale, senhor primeiro-ministro, é que, em vez de ministros, tem uns óptimos porta-vozes do PS dentro do Governo.
Não temos Ugo Tognazzi e Michel Serrault, mas temos os Silvas para dar um tom um pouco mais tresloucado à comédia em que se vai tornando o estado rosa.

Sem comentários:

Enviar um comentário