4 de novembro de 2009

Descoberta vacina em Macau e a colecção de Xie Caiping

Não, não me estou a referir à prevenção da gripe A, aos malefícios da doença e aos malefícios da vacina.
Esse é um tema que realmente já aborrece o mais paciente (o trocadilho, paciente versus paciente, também é fixe!).
Estou a referir-me a uma vacina muito mais importante e valiosa - a que previne a contaminação com essa doença terrível que é a crise finaceira mundial.
Não se sabe quem descobriu esta panaceia, mas foi em Macau de certeza.
Se não fosse assim, como explicar as notícias que dão conta de novo recorde mensal nas receitas do sector do Jogo, o maná da economia de Macau?
O mês de Outubro terá fechado com receitas na ordem dos 12,6 mil milhões de patacas, o que faz elevar  o saldo acumulado desde o início do ano para os 96 mil milhões de patacas.

As previsões para 2009 apontam agora para receitas na ordem dos 115 mil milhões de patacas.
Novo recorde mensal, novo recorde anual, isto num cenário de crise económica.
Se não fosse a crise....
Para quem está a fazer contas em euros, por favor dividam por onze.
Ou há vacina, ou há imunidade à doença.
Será por causa destes números que Steve Wynn diz que a China é mais livre que a América?
Não deve ser, pois não?
Entretanto, e vendo o exemplo de Macau florescer, Xie Caiping, "a madrinha", foi condenada a 18 anos de prisão em Sichuan, acusada de gerir casinos ilegais e de ter ao seu serviço uma rede tentacular de oficiais do Governo, num caso que envolvia 1500 elementos suspeitos, muitos dos quais também agora condenados a penas entre um e treze anos de prisão.
Mas não eram só oficais que "a madrinha" tinha à sua ordem.

Xie Caiping, diz-se nos mentideros, mantinha 16 amantes!
E o verbo manter deve aqui ser interpretado em toda a sua extensão e literalidade.
Costumava ser ao contrário....
Razão tinha Bob Dylan quando, há já 45 anos, cantava "The times they are a changing".

Sem comentários:

Enviar um comentário