15 de julho de 2011

O triunfo dos porcos


A actualidade do pensamento de George Orwell não deixa de nos surpreender.
O visionário escritor britânico conseguiu, em 1945, prever que os porcos viriam a triunfar.
Se dúvidas houvesse, aí estão as medidas agora anunciadas pelo Governo Central a dar-lhe razão.
O Conselho de Estado aprovou um pacote de medidas, a serem implementadas com carácter de urgência, para combater a subida desenfreada do preço da carne de porco, muito consumida pela população chinesa e agora apontada como o principal impulsionador da inflação galopante no país.
Assim, doravante, cada porco criado dá direito a um subsídio de 100 yuan, 800 se o animal for afectado por doença e morrer,....uma série de incentivos para que haja maior criação de porcos no país ("porcuárias", como as qualificava um cromo de Santa Iria da Azóia) e, consequentemente, menos importação, menos dependência dos mercados externos.
Não sendo um especialista na área económica, longe disso, quer-me parecer que os porcos não são os principais responsáveis pela subida descontrolada dos preços na China.
Os suínos, quero eu dizer.
Sim, que porcos há muitos.
Os quais, como dizia Monsenhor Manuel Teixeira, citado hoje pelo Ponto Final, mesmo sendo porcos, deviam ser sempre asseados.
Não é assim.
E todos sabemos.
George Orwell dizia que eram todos iguais.
Mas que havia alguns mais iguais que os outros.
Deviam ser todos asseados.
Mas há muitos que não o são.
E são estes, os menos "asseados", que, deixados à solta, provocam grandes danos.
Até porque, como bem sabemos, são mais iguais que os outros.
Os porcos triunfaram.
E, no final, os suínos é que ficaram mal vistos.
 

3 comentários:

  1. Carinhosamente venho desejar
    um feliz final de semana.
    beijos no coração,Evanir.

    ResponderEliminar
  2. Pedro Coimbra,
    Escreveu um texto excelente, partindo de George Orwell. Tem um humor fino e rasgativo.
    Parabéns.
    Boa noite, aqui da "ocidental praia lusitana".:)

    ResponderEliminar
  3. Um bfds Evanir.

    Obrigado ana.
    Achei piada ao facto de se culparem os pobres dos animais pela escalada de preços.
    E deu-me para isto.
    Bjs

    ResponderEliminar