14 de julho de 2011

Nunca substimem a sabedoria de um idoso!!!


Uma velhinha foi ao supermercado e colocou a ração de gato mais cara no carrinho. Quando chegou à caixa a moça disse-lhe :

- Desculpe, mas nós não podemos vender-lhe a ração para gatos sem a prova de que a senhora realmente tem gatos.

- Muitos idosos compram ração de gatos para comer, e a gerência quer ter provas de que a senhora está realmente a comprar a ração para o seu gato.

A velhinha foi para casa, pegou no gato e levou-o ao super mercado e eles então venderam-lhe a ração.

No dia seguinte, a velhinha foi ao supermercado novamente e comprou 12 dos mais caros biscoitos para o seu cachorro. A caixa, novamente, pediu provas de que ela realmente tinha um cachorro, explicando que os idosos costumavam comer comida de cachorro.

Frustrada, ela foi para casa e voltou com o seu cachorro, e pôde estão levar os biscoitos.

Noutro dia, a velhinha voltou ao mercado trazendo uma caixa com um buraco na tampa e pediu para a moça colocar o dedo no buraco. A moça da caixa disse :

- Não ! - Pode ter uma cobra aí dentro !!!

A velhinha assegurou-lhe que não tinha cobra de estimação, e que não havia nada na caixa que pudesse mordê-la..

Então a moça da caixa enfiou o dedo no buraco, tirou, cheirou e disse :

- Hummmmmm... mas isto é merda !!! A velhinha então sorriu de orelha a orelha e confirmou :

- É merda mesmo ! - Agora, minha querida, posso comprar três rolos de papel higiénico ???

5 comentários:

  1. Caro Pedro
    Como sempre, um final imprevísivel. Obrigado por tambem mais uma vez me fazer dar umas gargalhadas.
    Abraço

    PS: Agora a sério. Nos supermercados por aqui vendem-se, aparas de enchidos, carnes já com poucas condições de consumo humano e outros. Como tenho uma forte ligação profissional a estes estabelecimentos, não é raro ver pessoas a comprar isto para seu próprio consumo. Claro qua há quem vá aos caixotes do lixo.

    ResponderEliminar
  2. Rodrigo,
    Isso que me conta é horroroso.
    A gente esquece que a tão afamada crise económica tem esses efeitos terríveis.
    O sofrimento profundo das pessoas que são afectadas.
    Um abraço

    ResponderEliminar
  3. Mais um belíssimo momento de humor, ou será amor?!?! eheheh

    Abraços!! Muitos!

    ResponderEliminar
  4. Pedro
    Mais uma das suas vrtudes para me fazer rir. E ri de facto, afinal a vida não são só tristezas!!! Acho que está fixe.
    Sabe Pedro para além de se ver já algumas pessoas a comprarem para consumo próprio aquilo que há uns tempos atraz compravam para os animais, também existe cada vez mais animais abandonados por tudo quanto é sitio. Este é o nosso presente...aguardamos o futuro ver o que nos vai oferecer.
    Abraço

    ResponderEliminar
  5. Carlota,
    Boa disposição é essencial.
    Eu conhecia uma nedota parecida.
    Terminava com o tipo a entrar na loja com a sanita e os azulejos debaixo do braço e a dizer - está aqui a sanita, estão aqui os azulejos, o cu já lho mostrei ontem duas vezes. Venda-me agora os dois rolos de papel higiénico!!! :))
    Abraços

    Adélia,
    Por aqui também vão abandonando, mais e mais, os animais.
    Mas, ao contrário de Portugal, não é por não haver dinheiro para os alimentar.
    É porque estão velhos, dão trabalho, já não têm piada.
    Atira-se fora.
    Fazem isso com tudo.
    Chegará o dia em que, muito provavelmente, alguém atire fora essas pessoas.
    Abraço

    ResponderEliminar