31 de março de 2011

E agora os anos 70 (47)

E que tal uns dias na companhia  da "chanson"?

7 comentários:

  1. Ainda consigo gostar mais da versão de Elvis Costello.
    Mas esta também é linda.

    ResponderEliminar
  2. Caro Pedro
    Ouvir Charles Aznavour, um dos monstros sagrados da canção em lingua Francesa é quase só possível em casa ou na Internet.
    Pena que as nossas rádios e televisões tratem estas preciosidades como peças de museu.
    Abraço

    ResponderEliminar
  3. Rodrigo,
    Conforme prometi, os próximos dias serão dedicados à chanson.
    E a mais algumas canções como esta.
    Eternas.
    Um abraço

    ResponderEliminar
  4. Prezado confrade Pedro Coimbra!
    As interpretações de Charles Aznavour possibilitam-me reminiscências de um tempo que, nunca, jamais, em tempo algum, voltará...
    Saudações memorialistas!
    Até breve...
    João Paulo de Oliveira
    Diadema-SP
    Brasil

    ResponderEliminar
  5. cá estou eu a vasculhar o arquivo.
    Uma bela canção e um interprete que tenho andado a ouvir muito, ultimamente.

    Boa semana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Adoro esta melodia, Tétisq.
      na versão de Elvis Costello é deslumbrante
      Boa semana!

      Eliminar