22 de março de 2011

Benfica goleia Paços de Ferreira e Braga chega ao quarto lugar. Luís Filipe Vieira e comitiva benfiquisata apedrejados.

O Benfica goleou o Paços de Ferreira (5-1) na Mata Real.
Com esta vitória o Benfica fica a um ponto de assegurar matematicamente a Champions e obriga o Porto a ganhar na Luz se quiser assegurar o título na próxima jornada.
Num jogo que o Benfica resolveu antes da meia-hora, brilharam três argentinos (Aimar, Gaitán e Jara) e um português - Nuno Gomes.
Nuno Gomes contabiliza 88 minutos de utilização na Liga.
E cinco golos marcados.
Uma média fantástica.
Voltando ao jogo de ontem, o Benfica entrou em grande ritmo e, aos 4 minutos, já Cardozo marcava o primeiro golo.
Cohène (há dias em que não devíamos sair de casa!!) acertou com a mão no rosto de Javi Garcia e deu a Cardozo a possibilidade de fazer o primeiro golo num penálti estúpido.
Aimar faz o segundo golo aos 25 e Gaitán marca um golão aos 28 minutos.
Jogo resolvido.
Mesmo o auto-golo de Carole não permitiu duvidar da vitória do Benfica.
Que se transformaria em goleada nos últimos minutos com mais dois golos de Nuno Gomes.
O Benfica vai perder o título, vai ficar em segundo lugar na prova, mas mantém a dignidade, a vontade e a alegria de jogar e ganhar.
A atitude é irrepreensível.
E, também nesse particular, há muito mérito de Jorge Jesus.
Anseio por ver os dois jogos entre o Benfica e o Porto.
Têm tudo para ser dois jogaços!!!


O que não tem nada, mas mesmo nada!!!, a ver com futebol, foi o que aconteceu à comitiva benfiquista na A-41 às 23.45 horas.
Cobardemente atacados à pedrada, os elementos da comitiva benfiquista viram Luís Vieira Vieira sair deste ataque ferido numa mão e visivelmente abalado emocionalmente.
Infelizmente, continua a haver gente que confunde futebol,  espectáculo, emoção, com Intifada.
Criminosos!!
Que têm que ser encontrados e punidos.
Expresso a minha solidariedade à comitiva benfiquista.
Em especial a Luís Filipe Vieira.


Voltando ao futebol, o Braga venceu o Rio Ave (1-0), chegou ao quarto lugar e ameaça seriamente a posição do Sporting.
Domingos afirmou publicamente que o Braga procurava ir o mais longe possível na Liga Europa - já está nos quartos-de-final.
E que queria ficar num dos quatro primeiros lugares da Liga Zon Sagres - está em quarto, com menos quatro pontos que o Sporting, menos um jogo e ainda a ter que receber os leões no Estádio AXA.
Excelente!!
No jogo de ontem, estiveram duas equipas que jogam bom futebol, que têm bons jogadores, que gostam de ter a bola e a tratam bem, que têm dois bons treinadores.
O Braga dominou o jogo todo, criou inúmeras oportunidades, viu duas bolas bater nos ferros da baliza do Rio Ave, mas só marcou de livre (Hugo Viana).
O Rio Ave já cumpriu os seus objectivos - fazer um campeonata tranquilo e manter-se na primeira divisão.
O Braga está a caminho de cumprir os seus.
E começa a ser o mais sério candidato a conseguir o terceiro lugar depois de ter passado por grandes dificuldades.
Grande trabalho de Domingos (outra vez!!) no Minho.

8 comentários:

  1. Resultados à parte, resta o que me é mais difícil abordar.
    Porque detesto covardia, venha eloa de onde vier, não posso deixar de me indignar profundamente contra os que pela calada da noite atacaram a comitiva benfiquista, como neste texto do pedro é referido.

    Haveria muito para dizer sobre esta situação.
    Mas não vou perder (mais) tempo com menoridades mentais.

    ResponderEliminar
  2. Não percebo como é que não se descobrem, e prendem, estes criminosos.
    Os ingleses conseguiram suster o fenómeno do hooliganismo.
    Não é possível fazer o mesmo em Portugal?
    Afastar estas bestas do fenómeno futebol (estádios e tudo o que os rodeie)?
    Não entendo.

    ResponderEliminar
  3. Foi realmente uma selvajaria, Pedro, mas o ministro Rui Pereira devia ter ficado caladinho, como o fez quando Pinto da Costa foi apedrejado na A5 ( perante o quase silêncio da imprensa desportiva).
    Rui Pereira é uma bela imagem de marca deste governo. Protege uns e amesquinha outros.

    ResponderEliminar
  4. Carlos,
    Não ouvi as declarações do ministro.
    Vou procurar na imprensa.
    Mas, continuo a perguntar, não é possível descobrir e deter estes selvagens?
    Porra!!
    Eu gosto de "bola".
    Não é destas merdas.

    ResponderEliminar
  5. Já li as declarações do ministro.
    Patetices que saiam da boca deste tipo já não surpreendem, Carlos.
    Agora foi a delegação do FC Porto em Coimbra que foi atacada à pedrada.
    Este ambiente de guerrilha é insuportável!!

    ResponderEliminar
  6. Estes e outros criminosos são descobertos e estão, até, identificados.
    Porque não se actua a doer?

    O ataque à Casa do F: Porto em Coimbra foi manobra de distração.
    Não tem a ver nem com portistas nem com benfiquistas.
    Tudo encomendado "à maneira".

    É imprescindível acabar com estas palhaçadas.
    E o senhor ministro deveria estar calado.
    Não por causa da viatura de JNPC mas porque sim.
    Actuar é preciso.
    Qualquer dia - já faltou mais - os estádios começam a ficar vazios de quem quer apenas ver futebol.

    ResponderEliminar
  7. Observador,
    Quando era garoto ia ao futebol em família - o meu pai, o meu padrinho, o tio Fernando e eu.
    E era uma festa.
    Para além do jogo havia o convívio, o lanche, a conversa.
    Hoje parece-me que isso desapareceu.
    E é uma pena.

    ResponderEliminar