20 de fevereiro de 2012

Porto reage à pressão do Braga e coloca pressão no Benfica e Sporting ganha pela primeira vez com Sá Pinto como treinador. Real e Barcelona goleiam. Em Londres e Milão grita-se o nome de José Mourinho

Na Liga Zon Sagres, depois da vitória do Braga em Barcelos, o Porto reagiu muito bem e, com a vitória em Setúbal, coloca agora pressão no Benfica.
O Sporting venceu, com alguma dificuldade, o Paços de Ferreira (primeira vitória sob o comando de Sá Pinto).
Tudo numa edição da Liga Zon Sagres em que o Marítimo (vitória em Vila do Conde por 3-1) continua a surpreender.
Em Espanha, Real e Barça continuam  a jogar o seu próprio campeonato.
Enquanto em Inglaterra e Itália se pede o regresso de José Mourinho.



O Braga reagiu muito bem ao desaire na Liga Europa.
A jogar em Barcelos, contra um Gil Vicente moralizado, os bracarenses não deram hipóteses e goleram os gilistas por 3-0 com um hat-trick de Lima.
Com esta vitória, os bracarenses colavam-se aos portistas (os portistas, entretanto, já fugiram), parecem sólidos no terceiro lugar enquanto espreitam o segundo.
Uma equipa com jogadores que passaram pelos três grandes sem grande sucesso (Quim, Rúben Amorim, César Peixoto, Nuno Gomes, do Benfica; Hugo Viana, Custódio, Nuno André Coelho, do Sporting; Ukra, Alan, Hélder Barbosa, do Porto), o Braga continua numa série excelente, reinventando jogadores, descobrindo treinadores (depois de Jorges Jesus e Domingos, é agora a vez de Leonardo Jardim).
Competência da direcção minhota, sem margem para dúvidas.



Competência é coisa que também não falta na Madeira.
Depois da vitória em Vila do Conde, o Marítimo continua a mostrar que vai discutir o quarto lugar com o Sporting.
Grande trabalho da direcção, equipa técnica e jogadores maritimistas.
Mesmo depois de perder o seu melhor artilheiro (Baba), o Marítimo não vacilou.
Saiu Baba, aparece Danilo Dias.
Com um treinador sério e competente, Pedro Martins, este Marítimo vai dar muito trabalho ao Sporting.



Sporting que, ontem, reagiu à vitória dos insulares com a primeira vitória na era Sá Pinto.
Jogo fraquinho dos sportinguistas, que beneficiaram de um auto-golo para conseguir o triunfo.
Isto perante um Paços de Ferreira que até vinha a esboçar alguma reacção depois da entrada de Henrique Calisto.
Não é brilhante, loge disso!, o Sporting de Sá Pinto.
Mas, não deslumbrando, vai conseguindo resultados positivos.
E isso é o mais importante.
Só passaram dois jogos, mas há já a possibilidade de notar duas alterações essenciais neste Sporting - detectando bem alguns dos mais básicos erros cometidos por Domingos, Sá Pinto está a apostar mais nos jogadores da casa (formados pelo clube, ou com mais anos de clube); e está, ao contrário de Domingos, a afagar o ego dos jogadores (Sá Pinto não se cansa de elogiar os jogadores, ao passo que Domingos os criticou publicamente mais que uma vez).
Nova era em Alvalade.



Boa reacção, à pressão do Braga e ao desaire europeu, foi também a que protagonizou o Porto.
A jogar contra um Setúbal muito fraquinho, principal candidato à queda de divisão, o Porto ganhou tranquilamente e ainda teve tempo para gerir o plantel para fazer face a compromissos que se avizinham.
Para tanto, não bastou explorar as fraquezas alheias.
Foi preciso, essencialmente, que Vítor Pereira abandonasse a "criatividade".
Se se tem um lateral direito (Sapunaru), joga-se com esse jogador na posição.
Se se tem um ponta-de-lança (Janko/Kléber), joga-se com esse jogador na posição (Janko leva três golos em três jogos).
É fácil, não é?
Sem adaptações idiotas, o Porto ganhou (3-1), afundou ainda mais o Setúbal, e colocou pressão no Benfica.
Custa assim tanto a tomar consciência do que é por demais evidente?!


Noutros jogos, o Nacional goleou a Académica (4-1), Leiria e Beira-Mar empataram (0-0) e Feirense e Olhanense empatarm (1-1).




Em Espanha joga-se um dos campeonatos mais desiquilibrados da Europa.
A liga espanhola conta com os melhores jogadores, os melhores treinadores.
Mas só no Real Madrid e no Barcelona.
Que jogam entre eles um campeonato próprio.




Nesse campeonato, o Real goleou o Santander (4-0) e Ronaldo atingiu os 122 golos ao serviço dos merengues (bateu a marca de Juanito).




Não querendo ficar atrás, o Barcelona também goleou (5-1) com um póquer de Messi (ele e Ronaldo estão num patamar único também) e a diferença de dez pontos entre ambos mantém-se.
Depois há todos os outros.




Em Inglaterra (Londres) e Itália (Milão), depois de mais dois jogos muito maus de Chelsea e Inter, chamou-se por José Mourinho.
Não creio que Chelsea ou Inter seduzam José Mourinho.
Mas tenho a certeza que André Villas - Boas não fica em Stamford Bridge.
Eu avisei.....

5 comentários:

  1. Caro Pedro,

    excelente crónica e hoje vou mesmo ser sucinto:

    SC de Braga, FC Porto e CS Marítimo: Passearam a sua classe em Barcelos, Bonfim e Vila do Conde, respectivamente, excelentes jogos destas três equipas.

    Sporting CP: Passeou a mesma miséria do costume e também a sua (dos seus jogadores se assim se os pode apelidar) falta de classe.

    Chelsea e Arsenal FC: O Yellow Submarine andará por Londres?

    Inter: Sem José Mourinho não é, nem será a mesma coisa.

    FC Barcelona e Real Madrid FC: São de outro campeonato e aqui e agora a única questão que interessa é que vai marcar mais golos se Ronaldo se Messi, e eu quero que seja o meu conterrâneo.

    A Académica: Uma desilusão.

    O CD Nacional: Acordou tarde e já vai a 13 pontos do eterno rival Marítimo.

    Abraço, Pedro, bom Carnaval e boa semana!

    ResponderEliminar
  2. Tudo praticamente na mesma: em Portugal os da frente ganharam, em Espanha também e em Inglaterra o Chelsea vai de mal a pior. O Benfica não pode deixar de ganhar em Guimarães, Messi e Ronaldo continuam a discutir entre eles o título de melhor do mundo e José Mourinho deixou saudades em Milão e em Londres.

    ResponderEliminar
  3. Pedro
    Excelente!
    Quem não viu os jogos que foi o meu caso, aqui é como se visse.

    Boa semana.

    Beijinho e uma flor

    ResponderEliminar
  4. Exibições paupérrimas em Setúbal e Alvalade, mas Porto e Sporting conseguiram o mais importante: 3 pontos.
    Vilas Boas prepara-se para gozar uma gorda indemnização e, talvez, pedir uma licença sabática para a poder gozar.
    Em Espanha, só um cataclismo tirará a vitória a Mourinho. se ganhar a Champions, volta a Inglaterra.

    ResponderEliminar
  5. Ricardo,
    O Porto nem teve que suar muito para ganhar em Setúbal.
    O Vitória está muito fraquinho, vai descer de divisão.

    O Braga é, cada vez mais, um case study.
    Vão buscar "restos", inventam treinadores, e estão ali, na luta.
    Excelente!

    O Marítimo, com o Pedro Martins ao leme, é muto a imagem do que era o Pedro Martins como jogador - lutador, disciplinado, sereno.
    Com alguns jogadores de classe, vai fazer a vida negra ao Sporting.

    Sporting que se está a adaptar ao Sá Pinto.
    Já se perecebe isso.
    Como se percebem grandes insuficiências no plantel.

    O Chelsea eu já previa que fosse assim, Ricardo.
    A equipa está envelhecida, aburguesada.
    E não foi renovada a tempo.
    Com um treinador inexperiente (o Villas-Boas vai na terceira época como treinador principal!!), com a mesma idade de alguns jogadores (Terry, Drogba, Paulo Ferreira,.....) era fácil adivinhar m$%^&.

    O Arsenal aposta na mesma política há .......vinte anos??
    Não gastam fortunas, dão confiança ao treinador, lançam garotos constantemente.
    Terá chegado ao fim esse paradigma?

    É curioso o que se passa em Espanha.
    Há o campeonato do Real Madrid e do Barcelona.
    E há o dos outros.
    E há quem fale em desiquilíbrio em Portugal!!
    No "campeonato" Ronaldo/Messi, obviamente torço pelo Ronaldo.
    Que,repito, é o jogador mais completo que vi jogar.
    Se pudesse escolher um jogador para o Porto, nem hesitava - Ronaldo.

    O que é que se passa com a Académica, Ricardo?
    Depois do apuramento para a final da Taça, e do "caso Éder", vieram por aí abaixo.
    Porquê?

    O Nacional só tinha a ambição de fazer um campeonato tranquilo.
    E vai fazê-lo.
    Apesar de eu ter sérias dúvidas acerca da competência deste treinador.

    Aquele abraço, bom Carnaval (nunca fui fã) e boa semana para si e família, Ricardo.

    FireHead,
    Com a derrota do Benfica em Guimarães, o campeonato fica relançado.
    E o Benfica e o Porto a dependerem de si próprios.
    Luta bonita!

    Messi e Ronaldo - Não vou dizer qual é o melhor porque são muito diferentes.
    Eu gosto mais do Ronaldo.
    É bom em tudo.

    O Mourinho deixa saudades em todo o lado.
    Porque é um fenómeno.
    Nós é que temos uma mania bestial de deitar abaixo o que é português.
    Um tipo que foi campeão em Portugal, em Inglaterra, em Itália, ganhou duas Ligas dos Campeões, vai ser campeão em Espanha, não é um fenómeno??!!

    Adélia,
    Já viu que parece que estamos sentados à mesa do café, a conversar, a trocar ideias, com civismo, educação, adeptos de clubes diferentes, mas em sã rivalidade?
    Assim é que é bonito e é fácil aparecerem coisas interessantes.
    Beijinho e boa semana

    Carlos,
    Com um Setúbal tão fraquinho, o Porto nem teve que correr muito.
    O Sporting está a adaptar-se ao Sá Pinto.
    Mas também tem ali gente muito fraquinha.
    Com a derrota do Benfica, a luta está bonita (não esquecer o Braga).

    O Villas- Boas precipitou-se, ficou cego com um camião de libras como disse o Pinto da Costa.
    E, previsivelmente, queimou-se.
    Vai ficar com muito dinheiro.
    Mas com a imagem muito perturbada.

    O Real vai ser campeão, Carlos.
    Mesmo que haja um cataclismo.
    A questão agora é saber se junta ao título espanhol a Liga dos Campeões.

    Mourinho a substituir Ferguson?
    It's possible......

    ResponderEliminar