12 de dezembro de 2010

HOMENS TAMBÉM SÃO VERDADEIROS AVIÕES!!!


Pensas que só as mulheres podem ser comparadas a um "avião"? NÃO NÃO!!!

OS HOMENS TAMBÉM SÃO VERDADEIROS AVIÕES!

O Homem, até os 20 anos:

- Avião de Papel.

Apenas vôos rápidos, de curto alcance e duração.

Dos 20 aos 30:

- Caça Militar.

Sempre a postos, 7 dias por semana.
Ataca qualquer objectivo.
Capaz de executar várias missões, mesmo quando separadas por curtos intervalos de tempo.

Dos 30 aos 40:

- Aeronave Comercial de Vôos Internacionais.

Opera em horário regular.
Destinos de alto nível.
 Vôos longos, com raros sobressaltos.
 A clientela chega com grande expectativa; no final, sai cansada, mas satisfeita.

Dos 40 aos 50:

- Aeronave Comercial de Vôos Regionais.

Mantém horários regulares.
Destinos bastante conhecidos e rotineiros.
Os vôos nem sempre saem no horário previsto, o que exige mudanças e adaptações que irritam a clientela.

Dos 50 aos 60:

- Aeronave de Carga.

Preparação intensa e muito trabalho antes da descolagem.
Uma vez no ar, manobra lentamente e proporciona menor conforto durante a viagem.
A clientela é composta maioritariamente por malas e trapalhadas diversas.

Dos 60 aos 70:

- Asa Delta.

Exige excelentes condições externas para levantar vôo.
Dá enorme trabalheira para descolar e depois evita manobras bruscas para não cair antes da hora.
Após a aterragem, desmonta e guarda o equipamento.

Dos 70 aos 80:

- Planador.

Só voa eventualmente e com auxílio.
 Reportório de manobras extremamente limitado.
Uma vez no solo, precisa de ajuda até para voltar ao hangar.

Após os 80:

- Modelo Antigo.

Só para museu...

3 comentários:

  1. Estimado Amigo Pedro Coimbra,
    Já conhecia a história, mas nos dias de hoje, tem já uma nova versão.
    Eu, Dos 60 aos 70 estava classificado como

    - Asa Delta.

    Exige excelentes condições externas para levantar vôo.
    Dá enorme trabalheira para descolar e depois evita manobras bruscas para não cair antes da hora.
    Após a aterragem, desmonta e guarda o equipamento.

    Nos dias de hoje, a Asa Delta foi substituida pelas companhias de Low Cost, chegam quando chegam e partem quando partem, e para se ir melhor instalado se compra um lugar, quero dizer, que a asa, só levanta vôo quando tem o vento a seu favor, ou então para viagens mais longas, se usa um combustível especial, de cor azul, fazendo-se assim, uma viagem em primeira classe, mas sempre correndo o risco, de avaria no motor.
    Felizmente, no meu caso pessoal, nunca precisei de usar esse tipo de combustível, é cá vou indo neste A 380, sempre pronto para qualquer viagem, cómoda e aprecivel, esteja ou não bom tempo.
    O Asa Delta Alentejano.
    Um abraço amigo

    ResponderEliminar