6 de dezembro de 2011

A folga orçamental e a lei f,f,f.


Boas notícias em Portugal - há folga orçamental!!
Quando ouvi a notícia, não fiquei contente por causa do impacto dos três mil milhões de euros, mais trocado, menos trocado, na economia portuguesa.
Fiquei contente porque me lembrei da lei preferida da malta quando eu andava a estudar - a lei f,f,f (férias, feriados e faltas).
Porque tinha um título assim deliciosamente malandreco, quase a roçar o brejeiro.
Com esta notícia, Pedro Passos Coelho aumentou-lhe mais um "f".
O de folgas.
Acabam-se alguns feriados.
Mas, sabe-se agora com toda a certeza, mantêm-se as folgas.

16 comentários:

  1. Afinal haviam ... "almofadas".

    :D

    ResponderEliminar
  2. Estimado Amigo Pedro Coimbra,
    Coitado do Ministro das Finanças, como não dorme desde que tomo posse, não viu a almofada.
    Agora descobriram a folga, será sairem de S. Bento e irem dar uma curva até às agências de rating?
    Abraço amigo

    ResponderEliminar
  3. E os funcionários públicos e os reformados ficaram F....

    ResponderEliminar
  4. Coimbramigo

    Tou com a Sonhadora, mas por extenso: fodidos. E mal pagos, neste caso não natalsubsidiados e não fériasubsidiados

    Desculpa-me a terminologia, mas, neste caso, não consigo arranjar pior.

    擁抱

    ResponderEliminar
  5. Caro Pedro
    Vinha com uma gana para lhe acrescentar mais um F, mas ao ler os comentários verifiquei que vim tarde.
    Então o amigoHenrique, não esteve com meias medidas e pimba.
    Se me permite mandar um recado para a "Sonhadora", só lhe queria dizer que a ideia de que as vitimas são só os funcionários publicos e os reformados, engana-se. Olhe para as estatísticas e veja quantos funcionários do privado vão para a rua todos os dias. Quanto a cortes espere pela nova leva. (desculpas e cumprimentos)
    Abraço

    ResponderEliminar
  6. Mas, mas, mas... Em momento algum, passou pela cabeça de algum iluminado terminar com as folgas?*

    ResponderEliminar
  7. António,
    Como o Passos Coelho é muito aprumado, as almofadas estavam guardadas na alcofa e ele não se lembrava.
    Acontece....:)))

    Sonhadora
    O que está a pensar tem tudo a ver com poder.
    Mas com um 'p' de pharmácia :))

    FerreirAmigo,
    Era nesse 'p' de pharmácia que eu estava a pensar!!! :))

    Rodrigo,
    Não peça desculpa por dizer a verdade.
    Toda a gente está a ser atingida.
    Fortemente.
    E há um direito que é inalienável em qualquer parte do Mundo - o direito à indignação.


    Catarina,
    Mas estas folgas não era suposto existirem, não é??

    ResponderEliminar
  8. Pedro
    Os nossos amigos já disseram tudo nos comentários anteriores!!!
    O nosso País é cheio de Fs...até me dá vontade de dizer uma palavra começada por F.
    Beijo

    ResponderEliminar
  9. Caro Pedro,
    Eu aumentaria mais alguns "f" para os senhores politicos: férias, feriados, faltas, folgas, felizardos, fartura, festas, falsos, fantasistas, fantoches, fanáticos, fedorentos e poderia aumentar mais algumas...
    Já para nós "Zé Povinho" coloco alguns: fartos, fatigados, falidos, fornicados para não usar o verdadeiro termo...

    Abraço

    ResponderEliminar
  10. Uma palavra começada por f... deixa-me pensar... que tal um "fazedor de chuva"? Milagres não há, vocês baloiçam, baloiçam...não largam a cadeira. Será que todos estão à espera de um fazedor de chuva?, como os antigos feiticeiros, faziam a magia, invocavam as chuvas, e estas caíam sobre as colheitas de modo a que o povo properasse. Eu volto a perguntar, estamos à espera de um fazedor
    de chuva?? O momento presente é complicado para
    todos, temos de ser resilientes e pro-activos, não vos parece?
    Beijinho
    Maria

    ResponderEliminar
  11. O que estes últimos governos nos têm feito, e pior, nós deixamos é f....... bem f...... .

    Beijo

    ResponderEliminar
  12. Como alguns comentadores em cima, também pensei noutro "f"...

    ResponderEliminar
  13. Adélia,
    Aquela acaba em "-se"?
    Beijo

    Filipe,
    Portugal sem f's é quase como um jardim sem flores :))

    Maria,
    Tem toda a razão.
    Mas, como já hoje li, terapia pode fazer muito bem.
    Mas dizer uns palavrões faz muito melhor.
    E é mais barato.

    Carlota,
    Pelo que me é dado perceber, isto tem sido mais violação, seguida de violação.
    Nem há consentimento.

    FireHead,
    Esse era mais outros três f's.
    Demasiado conhecidos para ser necessário reproduzi-los agora.

    Carlos,
    Já não está por aqui nos comentários?

    Esse mesmo, Gábi!!

    ResponderEliminar
  14. Eu considero as folgas sábado e domingo, e faço 2 sábados por mês... Por isso é que referi isso das folgas :)*

    ResponderEliminar