17 de maio de 2011

Novo veículo em Macau

10 comentários:

  1. Caro Amigo Pedro Coimbra,
    Já não me admiro, visto que atyé os triciclos, alguns deles tem nova cobertura e um dia destes vi uma bicicleta super bem equipada que tinha atá guarda cguva que se abria automáticamente, seu proprietário é filipino, achei piada à bicicleta, esta tem as varetas do guarda chuva na traseira da bicicleta, talvez para servir de parachoques rsrsrsr, ou de antena de televisão...

    ResponderEliminar
  2. Caro Pedro,

    pelo menos, protege os condutores dos outros veículos das eventuais "fugas de escape" do condutor do motociclo! :DDD

    Abraço e obrigado pela sua força no meu blog!

    ResponderEliminar
  3. Caro Cambeta,
    Será uma antena para receber sinais de rádio???
    Eles andam aí!!! :))

    RSM,
    Ainda não percebi para que é que serve aquela treta.
    Uma sequela do filme Back to the Future, talvez :))
    Não se apoquente com esses comentários sem face (os mais engraçados são os que não têm face mas que, pela maneira de escrever, são mais óbvios que uma fotografia).
    Acontece a todos.
    Um abraço

    ResponderEliminar
  4. Caro Pedro
    Aquela coisa deve ser para riscar os automóveis. Deve ter sido algum pintor que inventou.
    Abraço

    ResponderEliminar
  5. Aquilo não serve para coisa nenhuma.
    Fará parte de uma extravagante chinesice.

    :D

    ResponderEliminar
  6. Rodrigo e Observador,
    A explicação será bem mais simples - para vender no ferro velho provavelmente.

    ResponderEliminar
  7. Quando o trânsito se tornar caótico ele voa...
    eheheh

    ResponderEliminar
  8. Carlota,
    Se tivesse que voar por causa do trânsito caótico, já andava a voar há muito tempo.
    Nem imagina o que é trânsito em Macau!

    ResponderEliminar
  9. Caro confrade Pedro Coimbra!
    Ché, se a moda pegar...
    Caloroso abraço! Saudações inusitadas!
    Até breve...
    João Paulo de Oliveira
    Diadema-SP

    ResponderEliminar
  10. Caro Prof João Paulo de Oliveira,
    Esta acho que é mesmo uma das especificidades de Macau.
    Abraço

    ResponderEliminar