28 de dezembro de 2011

Mozart na cama

6 comentários:

  1. Alguns movimentos requerem muita perícia! : )

    ResponderEliminar
  2. Sempre considerei Mozart ... um artista.

    :D

    ResponderEliminar
  3. Catarina,
    Lembra-se do filme Amadeus?
    Lembrei-me dele ao ver este clip :))

    António,
    De muitas artes, pelos vistos :))

    Carlos,
    Imaginação à solta.
    Há uma outra, do Barbeiro de Sevilha, que aqui não posso colocar :)))

    ResponderEliminar
  4. :)) Nunca pensei que Mozart na cama pudesse exigir tanta energia :)

    ResponderEliminar
  5. O Mozart era um tipo muito enérgico, Gábi.
    A crer no guião do filme, essa energia toda acabou com ele :))

    ResponderEliminar