7 de dezembro de 2011

A Liga Europa como consolação

Quando Marguerite Youcenar escreveu "O tempo, esse grande escultor" por certo não estaria a pensar na Liga dos Campeões e na dupla André Villas-Boas/Vítor Pereira.


A dupla que, na época passada, não se cansou de criticar a opção da UEFA de "premiar quem era incompetente na Champions com uma presença na Liga Europa" (era qualquer coisa deste género, numa óbvia indirecta ao Benfica).
Uns meses depois, não muitos, e é o Porto o "premiado".
Era bom que, quem hoje manifesta regozijo com a saída dos portistas da Champions se lembrasse deste episódio.
Que outros já nem vale a pena relembrar.....
No final do jogo de ontem, com aquele sensaborão empate a zero, Vítor Pereira afirmava que não foi ontem que o Porto deixou fugir o apuramento.
Não podia estar mais de acordo.
O jogo de ontem foi só o epílogo de um grande conjunto de equívocos.
O jogo que o Porto terá dominado mais, com o consentimento do Zenit também, mas que redundou num afastamento precoce da Liga dos Campeões.
Afastamento que o investimento realizado para esta época (mais de 40 milhões de euros, o maior de sempre no futebol em Portugal) não contemplava.
Muito menos depois de se conhecer a composição do grupo.
Um grupo fraco, constituído por equipas sem qualidade.
O Porto ontem dominou o jogo todo (o Zenit limitou-se a esperar pela confirmação do apuramento) mas deixou bem claras uma série de insuficiências que já são conhecidas.
A mais evidente, a ausência de um ponta-de-lança.
Obrigar Hulk a jogar naquela posição é um duplo erro - o brasileiro não rende, não se sente confortável (já o afirmou tantas vezes!!) e perde-se profundidade nos flancos.
Resultado prático - o futebol do Porto afunila e torna-se previsível.
Vale a pena relembrar que Villas-Boas só utilizou Hulk na posição "9" quando Falcao estava impedido.
Vítor Pereira insiste no "Incrível" numa posição que lhe é estranha.
Este é o mais evidente dos erros.
E também a mais gritante das insuficiências.
Que se estendem aos dois flancos da defesa.
Álvaro Pereira é uma sombra do que foi na época passada.
Que sair?
Acho que é melhor para todos que saia.
Maicon, adaptado à direita, pode defender.
Mas não dá pofundidade ao flanco.
Ainda por cima, privado de Hulk.
O Porto sai da Liga dos Campeões sem honra nem glória.
E vê-se eliminado num grupo acessível.
Com toda a certeza, esta eliminação precoce vai implicar mexidas na equipa.
Quais?
Não sei.
Para começar, não sei se o treinador fica ou sai.
Mas, se não sair, é apenas porque não se encontra substituto no mercado.
Só isso.
O que tenho a certeza é que há jogadores que vão sair.
Até porque o Porto precisa de realizar mais-valias com a alienação de passes de jogadores depois desta eliminação (Moutinho, Rolando, Álvaro Pereira?).
Outros, que não demonstram qualidade, ou vontade, para jogar no Porto (Kléber, Walter, Djalma, Varela, Álvaro Pereira, o "Cebola"), à excepção do "Palito", não sei se têm mercado.
E fica claro que é absolutamente necessário encontrar um ponta-de-lança.
Seja lá onde for.



O Balanço actual:

Já há 12 apurados - Arsenal, Marselha, Chelsea, Leverkusen, Real, Bayern, Apoel, Zenit, Benfica, Milan, Barcelona e Inter carimbaram a passagem aos oitavos-de-final. Faltam quatro.

Grupo E

Chelsea-Valência, 3-0
(Drogba, 3 e 76; Ramires, 22)

Genk-Bayer Leverkusen, 1-1
(Vossen, 30) (Derdiyok, 79)

Contas finais: O Leverkusen já estava apurado e fica com o segundo lugar. Chelsea carimba qualificação e primeiro lugar. Valência na Liga Europa.

Grupo F

Olympiakos-Arsenal, 3-1
(Djebbour, 16; Torrijos, 36; Modesto, 89) (Benayoun, 57)

Borussia Dortmund-Marselha, 1-3
(Blaszczykowski, 23; Hummels, 32 gp) (Remy, 45; Ayew, 85; Valbuena, 87)

Contas finais: O Arsenal já estava apurado em primeiro. O Marselha garantiu a segunda vaga nos últimos cinco minutos em Dortmund. O Olympiakos segue para a Liga Europa.

Grupo G

FC Porto-Zenit, 0-0

APOEL-Shakhtar, 0-2
(Luiz Adriano, 62; Seleznyov, 78)

Ponto de situação: O APOEL garante o primeiro lugar devido ao confronto directo com o Zenit, que garantiu a segunda vaga no Dragão. O FC Porto é despromovido à Liga Europa.

Grupo H

Barcelona-BATE Borisov, 4-0
(Sergi Roberto, 35; Motoya, 60; Pedrito, 63 e 88 gp)

Viktoria Plzen-Milan, 2-2
(Bystron, 89; Duris, 90) (Pato, 47; Robinho, 49)

Contas finais: Barcelona e Milan já estavam apurados, em primeiro e segundo lugar, respectivamente. O Viktoria Plzen garante a Liga Europa.

Hoje:
Grupo A

Manchester City-Bayern Munique

Villarreal-Nápoles

Ponto de situação: Bayern apurado em primeiro. O Nápoles apura-se se fizer resultado idêntico ao do Man. City na última jornada, ou se os ingleses não ganharem. Os ingleses precisam de bater ao Bayern e esperar que os italianos não vençam o Villarreal.

Grupo B

Lille-Trabzonspor

Inter-CSKA Moscovo

Ponto de situação: Inter apurado em primeiro. O Lille é segundo se vencer o Trabzonspor. Os turcos passam com uma vitória em França, ou um empate, desde que o CSKA não ganhe ao Inter. O CSKA ainda pode passar, vencendo em Itália e torcendo por um empate no outro jogo.

Grupo C

Benfica-Otelul Galati

Basileia-Manchester United

Ponto de situação: Benfica apurado. Será primeiro se ganhar ao Otelul ou, empatando, se também houver empate na Suíça. Man. United apura-se se não perder em Basileia. Os suíços qualificam-se com uma vitória.

Grupo D

Ajax-Real Madrid

Dínamo Zagreb-Lyon

Ponto de situação: Real Madrid é o primeiro. O Ajax só não será segundo se perder na última jornada e o Lyon golear em Zagreb, anulando um saldo de golos que é favorável aos holandeses (+3 para o Ajax, -4 para o Lyon).

13 comentários:

  1. Estimado Amigo Pedro Coimbra,
    Lá se foi a glória do Porto, com peras destas nem na Europa se safa.
    Troquem a árvore para que possa dar mais frutos.
    Abraço amigo

    ResponderEliminar
  2. Vai haver mexidas, Amigo Cambeta.
    Quais exactamente é que eu ainda não sei.

    ResponderEliminar
  3. Realmente, Vitor Pereira tem cometido demasiados erros. Mas também é um facto que a saída de Falcão (sem que se haja acautelado a sua ausência) implicou mudanças muito prejudiciais. Veremos quais as implicações desta saída prematura da liga milionária.

    ResponderEliminar
  4. VICI,
    O Vítor Pereira só não sai se não houver alternativas disponíveis.
    Não há empatia com os jogadores, com os adeptos.
    E não há capacidade de liderança.

    Encontrar um substituto para Falcao devia ter sido uma prioridade.
    E esse substituto não é Kléber.
    Muito menos Walter, um dos maiores barretes (mais de 9 milhões de euros!!!) do futebol português nos anos mais recentes.
    Agora há que cortar custos.
    É a crise....

    ResponderEliminar
  5. Pedro,

    como sempre uma analise (decente e séria) dos factos, e por falar nisso vamos a factos.


    Em primeiro lugar, como qualquer benfiquista, e farto de ter sido enxovalhado e gozado pelos portistas alongo de alguns anos, permita-me que lhe diga, Pedro, que fiquei contente com a eliminação do clube da Rua da Lameira de Cima às Antas. Não sou hipócrita, você "conhece-me" e sabe que não sou de falsidades, como tal, também aqui afirmo que ficaria triste se o Porto nem à Liga Europa fosse, isso sim, deixar-me-ia triste.

    O Porto "pulou fora" - como dizem os brasileiros - porque tem um treinador que vale zero, e muitos jogadores que de jogadores só tem mesmo é a denominação. A época foi mal preparada e essa é uma verdade inegável, por muitas voltas que Pintos e Reinaldos e Anteros dêem à "coisa".

    A Liga Europa não é uma despromoção e também dá dinheiro, por falar nisso, gostaria de o maçar com o seguinte extracto do Relatório e Contas apresentado à CMVM pela FC Porto, SAD, então reza assim:

    - Danilo. O internacional brasileiro, ainda no Santos, custou aos cofres dos dragões uma verba a rondar os 17,8 milhões de euros, bastante superior aos 13 milhões negociados com o emblema paulista.

    - Radamel Falcao é notícia neste dossier financeiro. A transferência para o Atlético Madrid gerou uma mais-valia apenas de 20,1 milhões de euros. Praticamente metade dos 40 milhões do bolo total da operação.

    - Em relação a Rúben Micael, que estaria envolvido neste negócio, a SAD apenas informa que «a alienação (...) não gerou resultados significativos».

    Por fim acrescentar que, dizem as más línguas, já existem videos de jogadores de Hóquei a dizerem que não têm dinheiro para comer, diz-se que a própria equipa de futebol já tem ordenados em atraso (faz lembrar os tempos do Vale e Azevedo no Benfica), mas que alguém anda a comer e bem, ai isso anda!!

    Aquele abraço, Pedro, e sorte para a Liga Europa.

    ResponderEliminar
  6. Eu percebi bem???
    Não passaram??!!
    Sei que não, pois vi o jogo, eheheh

    Beijocas
    Carlota Pires Dacosta

    ResponderEliminar
  7. Ricardo,
    Nunca me viu, e nunca me vai ver, festejar a eliminação de uma equipa portuguesa numa prova europeia.
    Só se for em jogos contra o Porto, obviamente.

    Já conhecia esses números.
    Mais reforçam a minha ideia que terá de haver realização de mais-valias.
    Até porque, como nós sabemos, a Liga Europa rende muito pouco em comparação com a Champions.
    E foi para a Champions que o Porto fez aquele investimento todo.
    Mas, como sempre, o dinheiro não chega.
    É preciso competência.
    E essa anda longe.

    Mas já viu a ironia do destino?
    Há uns meses mandavam-se bocas ao Benfica por ter sido repescado para a Liga Europa.
    Agora.....
    Nunca digas desta água não beberei.
    Aquele abraço

    Não foi pelo jogo de ontem, Carlota.
    Foram muitos disparates até ontem.
    Incluindo ontem.
    Se todos os problemas fossem esta eliminação da Champions...
    Beijocas

    ResponderEliminar
  8. Você sabe que eu detesto o seu clube, mas é verdade que foi mau para Portugal, que assim não conseguiu colocar 2 equipas entre as 16 melhores da Europa. No entanto, eu também gostaria que o meu Benfica tivesse ido à Liga Europa, pois a Liga dos Campeões não está ao alcance de qualquer equipa. A única coisa boa são os milhões que tanta falta fazem. Mas infelizmente tanto o Benfica como o FC Porto (e os Sportings) não conseguirão a glória europeia.

    ResponderEliminar
  9. Porque será que não comento este "post", de resto muito bem escrito?

    Já agora, se me é permitido, acrescentar que na equipa de andebol sénior do FCP também já há ordenados (subsídios, como convém chamar) em atraso.

    A direcção do FCP entrou em "looping"?

    É que não havendo dinheiro, foram contactar três jogadores cubanos e dois angolanos.

    Bom feriado.

    ResponderEliminar
  10. Pedro,

    mas o certo é que o Porto continua na Europa. No entanto, seria hipócrita da minha parte se afirmasse que fiquei triste com a saída do FC Porto da CL.

    Este treinador (VP) é um galo tonto fruto da teimosia de um Pinto não menos desmiolado.

    Abraço e bom feriado!

    ResponderEliminar
  11. FireHead,
    A Champions dá muito dinheiro e glória.
    Muito mais que a Liga Europa.
    Mesmo em termos de valorização e visibilidade dos jogadores.
    Hoje, depois do jogo, o Benfica vai embolsar mais de três milhões de euros só como prémio de apuramento.
    Para além do que já amealhou.
    É fundamental para manter as contas mais ou menos equilibradas.

    António,
    Acho que os dirigentes dos clubes (Porto, neste caso) se estão a esquecer que até os patrocínios vão ser afectados pela crise económica.

    Ricardo,
    O Pinto da Costa nunca pensou que o Villas-Boas ia embora.
    Disse que se apercebeu de tudo mas, obviamente, estava a mentir.
    Como não tinha um plano B, e o Domingos já estava no Sporting, foi apanhado com as calças na mão.
    E resolveu correr mais um risco.
    Mas deu-se mal.
    Aquele abraço e bom feriado também

    ResponderEliminar
  12. Mais uma vez se aplica o ditado Deus escreve direito por linhas tortas.

    Se todos os amantes do Desporto tivessem em consideração que o que desejam ao adversário mais momento menos momento se vira contra si, teriam mais tento na língua.

    Abraços caro amigo

    ResponderEliminar
  13. Exactamente, Tite.
    Dias maus, momentos maus, todas as equipas têm.
    E não faz sentido nenhum alimentar ódios por causa de futebol.
    Aquele abraço

    ResponderEliminar