23 de agosto de 2018

Intemporais (129)

8 comentários:

  1. Palavras para quê?

    ResponderEliminar
  2. Será sempre lembrada com muita saudade!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ficou a obra para nunca a esquecermos, Manu.
      Hoje foi aqui homenageada com uma música que também tem tudo a ver com o triste aniversário.

      Eliminar
  3. Já quase a tinha esquecido, mas a sua morte trouxe-me à memória a sua fantástica voz. Lembrei-me ainda que no começo do "ematejoca azul" publiquei algo sobre ela.

    ResponderEliminar
  4. Talvez o post que, de todos os que já fizeste desta rubrica, o que melhor reflete o título: Aretha é e será sempre Intemporal!

    Beijinhos em diferido
    (^^)

    ResponderEliminar