30 de agosto de 2018

Donald Trump é cada vez mais o arquétipo de um bandalho


O Dicionário Priberam define bandalho como “Pessoa sem vergonha, cujo comportamento é desprezível”.
A única vertente positiva do comportamento de Donald Trump, enquanto político e cidadão, é dar-nos a conhecer o arquétipo de um bandalho.
O cidadão Donald Trump, que não respeita as mulheres, que as molesta sexualmente, que as usa pagando-lhes em seguida o silêncio relativamente ao seu comportamento abjecto, que vai ao ponto de insinuar que teria uma aventura sexual com a própria filha se esta não fosse sua filha (mais viscoso e nauseante que isto é difícil imaginar), é um bandalho.
E o cidadão tornado Presidente da mais poderosa potência planetária não deixa de ser o mesmíssimo bandalho.
Um bandalho que procura fazer passar despercebida a morte de um cidadão exemplar do seu país, de um dos mais ilustres políticos do seu Partido, que se refere ao mesmo com desdém em vida e quase o ignora na morte.
John McCain era aquilo que Donald Trump nunca será – uma pessoa decente, inteligente, bem formada, um verdadeiro herói, que se sujeitou a todo o tipo de torturas para não abandonar os seus camaradas, como ele capturados pelo inimigo, e que acabou a perdoar quem o torturou.
Perdão, uma palavra, um sentimento, que o bandalho Donald Trump não conhece.
Tudo o que Donald Trump disse e deixou de dizer acerca de John McCain, em vida e após a morte deste, demonstram essa ausência de valores do Presidente norte-americano.
John McCain, que regeu a sua vida por um código de valores que Donald Trump desconhece, confrontou Donald Trump várias vezes.
E deixou Donald Trump eternamente furioso quando recusou apoiar politicamente alguém vazio de ideias, com um comportamento errático, insensato, narcisista, e, sobretudo, quando impediu com o seu voto, em obediência à sua consciência e aos seus valores, o desmantelamento do célebre Obamacare.
John McCain, um homem íntegro, capaz de gerar consensos, de valores consolidados e universais, não podia fazer parte do grupo dos chamados enablers de Donald Trump, aquele grupo de bajuladores que Trump usa e deita fora como e quando lhe apetece.
E essa é a principal ofensa que se pode dirigir a um bandalho cabotino como Donald Trump – não reconhecer o seu  suposto extraordinário valor, não se colocar cegamente ao serviço desse  suposto extraordinário valor.

43 comentários:

  1. kkkkkkkkkk a coisa está aquecer:)) Bandalho é pouco :))

    Bjos
    Votos de uma óptima Quinta- Feira

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quando pensamos que ele atingiu o fundo, este traste consegue ir ainda mais baixo, Larissa Santos.
      Ainda parece mentira :(
      Bjs, votos de uma óptima quinta-feira

      Eliminar
  2. Concordo plenamente amigo Pedro e acho o adjectivo muito suave.
    Um abraço e continuação de boa semana.

    Andarilhar
    Dedais de Francisco e Idalisa
    Livros-Autografados

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Para alguém como Trump se calhar é mesmo suave, Francisco :(
      Aquele abraço

      Eliminar
  3. Pedro, Donald Trump é o protótipo do menino rico e mimado que tudo teve de mão beijada e sem saber o significado da palavra "sacrifício", escusado será dizer que não me merece qualquer tipo de respeito tipos como esse.

    Aquele abraço, meu amigo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Supostamente o pai também era um duro.
      E isso terá deixado marcas (muito más) no filho, Ricardo.
      Aquele desequilíbrio todo tem que ter alguma explicação racional.
      Aquele abraço

      Eliminar
  4. Apesar de neste espaço se cultivar um saudável desrespeito, perante o que li, apetecia-me dizer uns quantos vernáculos àcerca deste bandalho.

    Beijos Pedro

    ResponderEliminar
  5. Totalmente de acordo Pedro! Nem queria por a bandeira a meio mastro pela morte de McCain! Homem horroso e sem principios nenhums, tem que ser tudo a sua maneira...nao consigo compreender como ainda esta no poder!

    ResponderEliminar
  6. É o espelho da
    verdade essa sua publicação.
    E a certeza de que estamos
    no fim dos tempos caro Pedro.
    Eu muitas vezes teimo
    em não acreitar, mas em
    fim é tudo. VERDADE.
    Bjins
    CatiahoAlc.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Com escumalha como Trump é difícil não acreditar, CatiahoAlc :(
      Bjins

      Eliminar
  7. É possível odiar uma pessoa sem a conhecer?

    ResponderEliminar
  8. Um homem que não tem o mínimo conceito de valores morais. Um ser ignorante e extremamente vingativo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E repugnante, Catarina.
      O que ele disse acerca da filha dá vontade de vomitar.

      Eliminar
  9. Sinceramente não sei como esse bandalho (Trump) Ganhou as eleições!! enfim!!

    Beijos e uma excelente tarde!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Com muita aldrabice mas também com muitos votos, Cidália Ferreira.
      Beijos

      Eliminar
  10. Não conhecia o perfil político e militar de John McCain, Pedro, mas por tudo o que aqui disse/escreveu sobre ele, devia ser um homem de muito valor.
    Comparado com um Homem assim, a nulidade e bandalhice de Trump ainda realça mais. Oh, homem asqueroso, dizer isso a respeito da própria filha. Só denota que ele a olha com olhar de cobiça...BANDALHO, ainda é pouco, Pedro! Até dá vómitos!
    :(

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. John McCain era um homem íntegro, Janita.
      Que, como tal, não podia ter nada a ver com este traste chamado Donald Trump.
      E é isso mesmo - o que ele disse da filha dá vómitos :(

      Eliminar
  11. Trump igual a si próprio.
    Para distrair as atenções do assunto até descobriu que os chineses roubaram e-mails da Hilary...
    Caro Pedro, bom fim de semana.
    Abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Especialista em ter falar de alhos quando se fala de bugalhos, Jaime Portela.
      Quando se adensam as provas de interferência da Rússia nas eleições americanas, quando chovem os escândalos das aventura extra-matrimoniais dele próprio, alguns com pormenores que não queríamos conhecer, ela resolve voltar aos mails da Hillary.
      E agora, que está em guerra comercial com a China, aponta para a China como participante activa na conspiração que ele próprio criou.
      Aquele abraço, bfds

      Eliminar
  12. A ausência de valores é de tal ordem que, pelos vistos, nem a própria bandeira ele sabe colorir.

    Mas não te desgastes Pedro... este teu artigo está bem escrito mas só te faz mal desgastares-te com quem nem estas palavras merece.

    Beijinhos na cor certa
    (^^)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Este sacaninha é vingativo que dá dó, Afrodite.
      Um triste traste.
      Beijinhos sem cor que Macau está cinzenta há mais de duas semanas

      Eliminar
  13. Custa a crer como semelhante ser chega a presidente de uma das maiores potências mundiais.
    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Com vigarice e muita estupidez da tal América profunda, Elvira Carvalho.
      Tão simples como isso.
      Abraço

      Eliminar
  14. Este homem no lugar que ocupa actualmente é um dos maiores perigos para a humanidade.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ele é perigoso, nojento, vingativo, idiota,...
      Há algum defeito que ele não tenha, Magui???

      Eliminar
  15. Penso que com McCain o Mundo poderia estar mais seguro.
    O "boquinhas" tem aqueles trejeitos ao falar para evitar que a sua pestilência interna afaste todos aqueles que o rodeiam e fique a falar sózinho. Custa a acreditar que aquilo é presidente dos EUA.
    Abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O fdp nunca perdoou a McCain o facto de ele não o respeitar minimamente.
      Sacaninha todos os dias.
      Aquele abraço, boa semana

      Eliminar
  16. Com este paleio é fácil inferir que metade dos americanos são uns bandalhos.
    Parece-me que não. Ele é um americano que pensa como a maioria, não é mariconço pois gosta de mulheres e pelo visto elas não fogem dele. Só se queixam(?) anos depois e prova provada até hoje não passavam de prostitutas. TA maioria dos que o "botam" abaixo o que têm é inveja e meno$ argumento$.
    Cumprimentos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. álvaro silva,
      Não sei se a maioria dos americanos são bandalhos.
      Estúpidos, muitos deles são e não é pouco.
      E não é a maioria.
      Lembre-se que este bandalho ganhou as eleições com vigarice e mesmo assim sem a maioria do voto popular.
      Cumprimentos

      Eliminar
  17. Trump sounds like monster to me through all the perspective media portrays of him.

    when he said John was not here because he was caught by enemies i could not believe on my ears

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. You and I, baili.
      John McCain not only was imprsioned and tortured, he refused to be released without his fellow soldiers.

      Eliminar
  18. Cada vez mais, demonstra ser o que não deve ser o ser humano;é o lado negro da humanidade, um vazio de valores, um prevaricador!

    Um grande perigo para a paz no mundo.

    ResponderEliminar
  19. Não reconhecer o valor de um homem como John McCain, é não reconhecer todos os homens que serviram o seu país.

    Para além de toda a sua carreira militar, política e de cidadania, John McCain, capturado e torturado - um prisioneiro de guerra às mãos dos mais temíveis inimigos... à época! Não dá para entender o desprezo que lhe deu o presidente Trump.

    Eu também não o quereria no meu funeral.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Dá para entender, dá, mz.
      McCain não respeitava Trump, desprezava-o.
      E esse é o pior defeito que uma pessoa pode ter na perspectiva de Trump.

      Eliminar
  20. Trump continua no seu registo e tomara ele chegar aos calcanhares do que foi e fez John McCain. Oxalá que Trump pague as trampices que faz e diz.

    Beijocas e um bom domingo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Clinton foi alvo de um processo de destituição por causa de uma aventura extra-conjugal.
      Este teve uma série delas, passou informação aos russos, recebeu informação destes, e está na maior.
      Only in America, Fatyly.
      Beijocas, boa semana

      Eliminar
  21. Um político tem de ter valores, pois está a dirigir o destino e a vida de um povo. Mas honestamente, acho que um politico não deve ser julgado pelos seus affairs extraconjugais ou por fazer sexo pago. Isso são coisas do foro privado e na minha opinião não faz disso um líder nem melhor nem pior.
    Corrupção, ambiente, sustentabilidade, emprego, inflação são coisas que dou mais importância.
    Quanto às declarações sobre a filha, teria de as ouvir. Quem conta um conto acrescenta um ponto... Não julgo sem ouvir, como não ouvi não comento.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ouça no Youtube.
      Quase apostava que por lá andam.
      Eu ouvi.
      "If she wasn't so young and, you know, my daughter, I would have an affair with her."

      Também não gosto de falsa moral, de Torquemadas no século XXI.
      Mas não foi isso que os americanos fizeram com Clinton???
      Onde é que está a coerência???

      Eliminar