22 de novembro de 2011

Reescrever a História


Com tanta pressa de reescrever a História, não me surpreendia nada se um dos "especialistas" que vão sendo regularmente consultados nos viesse ensinar que Jorge Álvares chegou via Air Asia e Camões veio para actuar no Festival da Lusofonia.

10 comentários:

  1. Estimado Amigo Pedro Coimbra,
    Nos dias que hoje correm muitos, que se dizem especialistas, reescrevem a História, mais ou menos dessa maneira, e para reforçar o argumento o Jorge Álvares cheou a Macau através da Air Asia, viajando em primeira classe, vindo de Malaca.
    Quanto ao Camões, esse, coitado ficou-se pelo Largo da Igreja de S.António pregando aos peixinhos rsrsrsr.
    Abraço amigo cá do historiador sem história.

    ResponderEliminar
  2. Amigo Cambeta,
    Eu brinco com estas coisas porque é o melhor remédio.
    A gente ouve cada disparate!!
    O melhor mesmo é brincar e rir.
    Aquele abraço

    ResponderEliminar
  3. E já agora, porque não a Popota transformada em Rainha D. Isabel?

    ResponderEliminar
  4. Ou Passos Coelho transformado em Pai Natal...

    ResponderEliminar
  5. E o Vasco da Gama que gamou um barco que ia para a Índia!

    ResponderEliminar
  6. Carlos,
    Lá chegaremos, lá chegaremos :))

    António,
    Nem estes "especialistas" querem o Passos Coelho!!

    FireHead,
    Nestas versões pós-modernas tudo é possível.
    Então, afinal, não foi um grande navegador chinês que descobriu tudo e mais alguma coisa?
    Acho que até o caminho marítimo para o Barreiro :))

    ResponderEliminar
  7. Pedro
    Valha-nos o bom humor que algumas vezes eu uso para não chorar.
    Beijo

    ResponderEliminar
  8. Ah! ah...ah...:))
    Gostei do sentido de humor!
    bem-haja, Pedro.

    Bjs.

    ResponderEliminar
  9. Coimbramigo

    ... e o Vítor Pereira - de trotineta a vapor - para reitor da Universidade Metropolitana de 路環島 (Coloane & arredores).

    Avisado anda o Gaspar que está a reescrever o Fim-do-Mundo-em-cuecas, ou seja o OE 2012

    擁抱

    Tenho andado um pouco arredado, mas foi por causa da grave, i.e., da greve, por antecipação.
    E também fui a Badajoz em passarola a pedais.

    ResponderEliminar
  10. Adélia,
    Se não levamos estas patetices a rir, dá-nos um treco.
    Beijo

    ana,
    Só a rir se pode enfrentar as barbaridades que vamos ouvindo.
    Bjs

    FerreirAmigo,
    O Vítor Pereira, ao pé destes "génios", é um mister (ler com pronúncia do Norte).

    O Gaspar nunca foi grande coisa a escrever.
    Foi o que me disseram aqui por Macau...

    Eu li, e comentei, lá na Travessa.
    E hoje tenho que passar pelo Pulhitica.

    Aquele abraço

    ResponderEliminar