31 de janeiro de 2019

Vamos conversar acerca daquele assunto que vocês dizem que já não tem mais nada para conversar?


Quem se recorda dos gloriosos anos 80 do século passado terá na memória um grande sucesso nas telas do cinema e na rádio – The NeverEnding Story.
Um filme fraquinho, uma banda sonora a atirar para o pimba, que facturaram milhões.
Seria premonitório relativamente ao rocambolesco processo do Brexit e seria essa a justificação para tão grande e aparentemente inexplicável sucesso?
Depois do que se viu no Parlamento em Londres começo a acreditar nessa possibilidade.
Theresa May saiu do Parlamento com uma proposta extraordinária – procurar junto da União Europeia renegociar o que os líderes europeus já afirmaram várias vezes ser inegociável.
Um recuo estratégico de Theresa May a nível interno que lhe permite ganhar tempo, arrastar ainda mais um processo que ameaça eternizar-se.
Que teve imediata resposta por parta das lideranças da União Europeia.
A resposta que era fácil antecipar porque só repete o que já fora afirmado antes por várias vezes - o que havia a conversar está conversado.
O processo do Brexit será The NeverEnding Story do século XXI?
Tudo indica que sim e que esta sequela tenha tanta falta de qualidade como o original.

56 comentários:

  1. Ja nao quero falar sobre Brexit!!! Que se entendam! Estou mais preocupada com o meu vizinho. So tenho capacidade para me preocupar com uma coisa de cada vez!! Hoje sou do contra!! : )))

    ResponderEliminar
  2. Esqueci-me de assinalar o "notificar-me".... I am just tired!! : )

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O vizinho é louco e burro, Catarina.
      Os britânicos uns chatos do ca...mandro!

      Eliminar
    2. Este homem está a ficar cada vez mais louco, Pedro. Perdeu totalmente o bom senso. Bem, nunca o teve, para falarmos verdade! Chamar os chefes da inteligência de passivos e ingénuos e que deveriam voltar para a escola?! Isto só de loucos, de irresponsáveis. O homem está doido varrido! Lembra-se da expressão?! : ))
      Tenho que deixar de ver as notícias na CNN, de contrário quem vai ficar doida sou eu!

      Eliminar
  3. Uma novela de baixa qualidade que se encaminha para o final com um outro referendo meu amigo, aproveito para desejar a continuação de uma boa semana.

    Andarilhar
    Dedais de Francisco e Idalisa
    O prazer dos livros

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. No meio de tanta teimosia já não arrisco qualquer palpite, Francisco.
      Aquele abraço

      Eliminar
  4. Serão os Ingleses a decidir o resultado final em democracia! Vamos dar-lhes mais um ano de reflexão.

    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Um adiamento?
      É uma hipótese cada vez mais aventada.
      Aquele abraço

      Eliminar
  5. Estas coisas nunca sei o que dizer...

    Hoje:- Da janela do meu insano sentimento

    Bjos
    Votos de uma óptima Quinta - Feira

    ResponderEliminar
  6. Pedro,
    mais complicado é
    que é um enredo forte
    entretanto mal amarrado.
    Vou parafrasear um cantor
    brasileiro de nome Lulu Santos
    citando uma frase de uma de suas cações:
    "Assim caminha a humanidade".
    Bjins de quinta feira
    CatiahoAlc.

    ResponderEliminar
  7. Theresa May tem de convencer Bruxelas a aceitar um Brexit unilateral mas, Juncker e Tusk repetiram que não há mais nada a negociar.

    ResponderEliminar
  8. Faço minha a sua pergunta, Pedro: "O processo do Brexit será The NeverEnding Story do século XXI?"
    Abraço

    ResponderEliminar
  9. Não vi o filme e já estou cansada desta versão actual....

    ResponderEliminar
  10. Com a devida ressalva, subscrevo o comentário da São Banza.
    Abraço

    ResponderEliminar
  11. Olá Pedro,
    não compreendo: então se a senhora May não tinha poderes para negociar um acordo, como foi possível ela se ter apresentado aos outros representantes dos 27 países ?!
    então agora os outros poderiam fazer a mesma coisa, aceitam um acordo com ela, e depois voltam para casa com o resultado, e apresentam cada um no seu país o que aprovaram ! e aguardam que cada parlamento dos 27 países dê a sua sentença sobre o que o seu representante aprovou, que poderá ser "isso também não serve! estamos a ser enganados!"!!!
    eh eh eh
    aproxima-se qualquer coisa como um tratado da "Santa Engrácia "?!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tudo indica que sim, Angela.
      Talvez para demorar ainda mais tempo.

      Eliminar
  12. É como o título muito bem diz, Pedro! Tal e qual...não há mais nada a conversar! O contrário é como chover no molhado.
    Esse filme medíocre assenta aqui como uma luva. :)
    Este assunto está tão mal-cheiroso que já fede. Livra!!
    Gente doida!!

    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O pior é a doidice atingir terceiros inocentes, Janita...
      Beijinhos

      Eliminar
  13. Pedro, nada melhor do que estes senhores para explicarem o brexit =D
    https://www.youtube.com/watch?v=36f5nCttVUM

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Inesquecível, Dias Miguel.
      E a descrever há muitos anos exactamente o que está a passar.
      Yes, Minister e Yes, Prime Minister eram do mais genial que vi em televisão.

      Eliminar
  14. A coisa ainda está longe do fim.
    Mas a saída sem acordo é impensável para ambas as partes...
    Para mim, vai haver um segundo referendo para acabar com a saída. Veremos...
    Caro Pedro, continuação de boa semana.
    Abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não me atrevo a fazer qualquer previsão, Jaime Portela.
      Sabedoria João Pinto - "prognósticos só no fim do jogo". :))
      Aquele abraço, bfds

      Eliminar
  15. Hoje estou sem cabeça para raciocinar!

    💕 Vinte anos após... a tua partida...
    Beijos e uma excelente tarde!

    ResponderEliminar
  16. E ainda há quem pense num 2° referendo!

    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Na minha modésta opinião digo,Rosa dos Ventos, que quem pensa que vai haver um 2° referendo, pensa mal.

      Os ingleses têm que assumir as consequências. Basta!!!

      Eliminar
    2. É uma hipótese que não se pode descartar, Rosa dos Ventos e Teresa...

      Eliminar
  17. Uma pouca vergonha e oxalá que não descambe em mais uma desgraça. Já não suporto ouvir falar do assunto...vira o disco e toca o mesmo!

    Beijos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Desgraça, não acredito, Fatyly.
      Enorme confusão?
      Isso sim.
      Beijos

      Eliminar
  18. Um filme que acho que vai acabar mal!

    Beijinho Pedro

    ResponderEliminar
  19. Já não há pachorra para estarem constantemente a ofender a nossa inteligência.
    Obtusos!!

    ResponderEliminar
  20. OI PEDRO!
    A POLÍTICA, NESTE MOMENTO É UM DESENCANTO, SEJA EM QUE PAÍS FOR, AFFFFF.
    ABRÇS

    ResponderEliminar
  21. É um adeus tardio a um/a Maio que só provocou montes de vendavais em terras se sua majestade...
    Beijinhos, Pedro.
    ~~~~

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Este processo realmente já começa a causar irritação, Majo
      Beijinhos, bfds

      Eliminar
  22. Sabes bem que os ingleses sempre tiveram a mania de ser diferentes... desde o sistema métrico completamente ultrapassado, à condução pela esquerda, o não aderirem à moeda única...
    Estão a ficar cada vez mais sozinhos! E com tudo isto chegamos ao "day after tomorrow" E agora!?

    (olha que a música do Limahl podia atirar para o pimba... mas eu até gostava!) 😊

    Beijinhos musicais
    (^^)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Repito o Michael Douglas no filme Wall Street - “têm a mania que mijam num penico de ouro” :)))
      Beijinhos mas sem essa música que nunca foi a minha praia

      Eliminar
  23. O show parece eternizar-se, mas não há pachorra para mais.
    Bom fim-de-semana.

    ResponderEliminar
  24. Até aqui tinha (quase) certezas ! Agora, acho que é completamente imprevisível o desfecho final ! :(( ... Será ?...
    Parece que o mundo parou ! :((

    Abraço

    ResponderEliminar
  25. O problema está mesmo, na forma de estar dos ingleses - política e social!

    Não existirá renegociação que lhes agrade.

    ResponderEliminar
  26. Coitada da Teresa... O que é que ela vai negociar? Toda a gente percebeu que não terá grande talento, se o tivesse não teria caído na armadilha para onde a empurraram Farange & Cenourinha, SAR(i)L.
    Não vi o filme, Pedro.
    Abraço.

    ResponderEliminar