8 de janeiro de 2019

Samba de uma nota só


Tom Jobim estaria muito longe de pensar que a sua famosa balada podia ser utilizada para fazer referência a Bolsonaro e ao seu governo.
Mas, vendo os ministros escolhidos, e ouvindo os seus discursos, realmente somos forçados a pensar num samba de uma nota só.
Uma nota muito triste, deprimente, assustadora.
Ouvir a ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, falar numa “nova era” no Brasil, para em seguida afirmar que meninas passam a vestir cor de rosa e meninos azul, é efectivamente triste, deprimente, assustador.
Recuamos aos tempos em que a igualdade dos sexos era uma miragem, a homossexualidade uma doença?
Quando ouvimos a ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, sublinhe-se a pasta, ouvir dizer com visível agrado estas alarvidades, temos todas as razões para temer que assim seja.
Muito mais depois de a mesma ministra ter afirmado que a menina passava a ser princesa e o menino príncipe.
Não é um mundo de contos infantis, de Barbie e Ken, é o Brasil que Bolsonaro e os seus fiéis seguidores sonham.
Um Brasil homofóbico, intolerante, culturalmente castrado e subordinado à ditadura de um samba de uma nota só.

38 comentários:

  1. E o presidente português não faltou à festa vestido de azul.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O PR está a ficar tonto, Teresa.
      O episódio de ontem é absolutamente deprimente.

      Eliminar
  2. Lamento muito. muito.
    É demasiado triste...
    Tudo bom por aí...
    Beijinho.
    ~~~~

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Inacreditável, Majo.
      E já hoje "ralaharam" comigo por eu não respeitar quem foi eleito democraticamente.
      Hitler também foi...
      Beijinho

      Eliminar
  3. Bom dia
    Como é possível um discurso destes em pleno seculo XXI ??
    Lamentável !!
    JAFR

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. As freiras, no Colégio em que eu estudei quando era garoto, tinham este discurso, Joaquim Rosário.
      Freiras, nos anos 70 do século passado.

      Eliminar
  4. O Brasil caiu numa triste realidade e este ministério é uma aberração.
    Um abraço e boa semana.

    Andarilhar
    Dedais de Francisco e Idalisa
    O prazer dos livros

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A ministra ainda mais, Francisco.
      Parece mentira :(
      Aquele abraço

      Eliminar
  5. Teme-se o pior...


    Bjos
    Votos de uma óptima Terça- Feira.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Infelizmente há todas as razões para esses temores, Larissa Santos
      Bjs

      Eliminar
  6. Os brasileiros começam instalarem-se em Portugal...

    Bjinhos
    Por aqui com, Olhares em caminhos floridos. Renovação de forças.
    =)

    ResponderEliminar
  7. Irá ser um período de dor e trevas no Brasil, infelizmente.

    Boa semana

    ResponderEliminar
  8. Como sabes estou inconformado com a vitória de um presidente integralista ignaro e tosco.
    Foi eleito democraticamente uma ova...
    Estou com relações estremecidas com duas irmãs. Exclui primos e amigos da minha página do Facebook.
    Que desgraça inexcedível nos assola.
    Que nojo... Parece que estou a viver num pesadelo...
    Grato pela solidariedade.
    O conhecimento acima de tudo.
    Saudações anti-higienistas resistentes laicas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. As declarações desta senhora são de uma imbecilidade a roçar o demente, Amigo João Paulo de Oliveira.

      Eliminar
    2. Entre nós, brasileiros, estamos saindo em busca de quem pensa como a gente. De quem está ao lado da gente.
      Tem sido dias difíceis realmente.
      E as relações com o que pensa diferente tem sido quase insuportável, a ponto de excluir a pessoa no facebook, brigas no whatsapp.

      Enfim...

      Oremos!

      Eliminar
    3. Um período complicado que o Brasil vai vencer.
      Como já fez noutras situações.

      Eliminar
  9. Muitos dos meus patrícios estão de mudança definitiva para o reino distante além-mar.

    ResponderEliminar
  10. Dizer mais o quê?!
    No Brasil vive-se uma autêntica guerra civil.


    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Uma situação muito triste, Rosa dos Ventos.
      À qual não podemos ficar indiferentes.
      Abraço

      Eliminar
  11. Os religiosos fanáticos querem lucros nem que para isso tenham de massacrar o seu semelhante.

    Já falei com imensos brasileiros que não irão voltar ao seu país tão cedo e continuam incrédulos com o que ouvem tal como essa "fulana".

    Beijocas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Parece mentira, Fatyly.
      Em pleno século XXI dizer uma coisa destas é inacreditável.
      Beijocas

      Eliminar
  12. Eles estão mal, mas com a vinda deles não ficamos melhor!


    Beijo e uma excelente tarde!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Estão em Portugal muitos cidadãos com origem brasileira que têm grande valor, Cidália Ferreira.
      Tenho o prazer de conhecer pessoalmente alguns.
      Beijos

      Eliminar
  13. Pode ser que não consigam,
    avante as suas ideias levar
    aos sete ventos eles gritam
    gritos medonhos de arrepiar?

    Continuação de boa semana caro amigo Pedro Coimbra.
    Um abraço.

    ResponderEliminar
  14. Quando ouvi a frase da dita senhora, pensei que estava num mundo surreal.
    E a respeito do Brasil, apetece dizer como sinhozinho Malta:
    -Que mais irá acontecer???

    Beijos Pedro

    ResponderEliminar
  15. Os meus sobrinhos netos cariocas estão por cá, regressam ao Rio na próxima semana, parece-me que ficarão por lá por mais alguns anos.
    Vivo receosa com o futuro deles.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Com sinais destes não é para ficar tranquilo, Maria Araújo.

      Eliminar
  16. Penso que esta senhora é uma grande ativista anti-aborto.
    Deste governo não se espera nada de bom, a não ser a redução da criminalidade. Todo o resto são retrocessos.

    ResponderEliminar