14 de outubro de 2011

Os Três Vintens e a virgindade feminina (SBr) (VCl)

Na minha adolescência, quando a virgindade feminina era um atributo quase indispensável para o casamento, era corrente a expressão que fazia equivaler a existência da ainda virgindade à expressão "Ter os três vintens" ou, não sendo já virgem, se dizia da menina que já "perdeu os três vintens" ou ainda, se a virgindade lhe era oferecida, diria o felizardo que "já lhe tirei os três"! Tenho que confessar que nunca percebi qual era a origem dessas expressões até que, recentemente, o jornal católico Nova Aliança, lá da minha terra, me surpreendeu com a explicação, conforme documento anexo, que admito os meus contemporâneos também desconheçam.
 
A expressão, como eu a recordo, era altamente pejorativa, ao sabor da época, marcada pelos resquícios da cultura da mulher-objecto então ainda prevalecentes na nossa sociedade. Não creio que algum adolescente actual sequer a conheça. De resto, numa época em que as mulheres alcançaram um tão elevado grau de emancipação e gerem a sua virgindade como muito bem lhes apraz, a utilização da expressão seria perfeitamente idiota. Resta saber se esse elevado grau de emancipação tornou as mulheres mais felizes. Para as que tiverem essa dúvida existencial, aconselho uma reflexão guiada pela leitura do livro "A Mulher Total" de Germaine Greer, onde ela faz um balanço da evolução que entretanto teve lugar, ou, se quiserem ir um pouco mais atrás, comecem pela "Mulher Eunuco", da mesma autora.


 

9 comentários:

  1. Hoje, a virgindidade a partir de uma certa idade (talvez por volta dos 18) já será considerada algo de muito estranho e suspeito : )

    Considerando o adiantado da hora... amanhã lerei os outros posts igualmente interessantes, de certo! : )
    Boa noite.

    ResponderEliminar
  2. Totalmente verdade, Catarina.
    Há já algum tempo, vi uma entrevista do Letterman com a Tina Fey.
    Assumidamente virgem até conhecer o que é actualmente marido e pai dos filhos.
    Desse "clube" (era mesmo assim que o identificavam) faziam parte outras personalidades conhecidas.
    Entre elas, uma modelo da Victoria's Secret - Adriana Lima - entretanto casada com um basquetebolista americano.
    Mas, por ser um fenómeno raro, elas faziam parte desse clube a eram famosas por serem virgens.
    A Tina Fey, com o seu particular sentido de humor, respondeu ao Letterman - "mas as outras é por escolha delas, valores cristãos, se calhar. Eu não tive escolha!!!" :))
    Sonhos cor de rosa

    ResponderEliminar
  3. Se me lembro, Pedro !... Para casar,... só com os "três" e mesmo assim a rapariga tinha que ter muito cuidado com a escolha do namorado ! ... se já tivesse tido 2 ou 3 já começava a dificultar a possibilidade de arranjar um para casar. :))
    Atribui-se erradamente uma tal proibição de beijar ao regime de Salazar, o que não correspondia à verdade. A verdade é que a rapariga não se podia (socialmente) expôr perante os outros, porque isso comprometia-a !
    O simples facto de um par de namorados andar na rua de braço dado, ou de mãos dadas já era para ela algo comprometedor.
    Coitadas das miúdas daquele tempo ! ... e os rapazes ficavam a "seco" ! :))))
    ... por isso era normal casar aos 18, 19, ou 20 anos ! ... para "matar a fome e a sede" ! rsrsrs
    .

    ResponderEliminar
  4. Já contei isto algures na blogolândia, vou contar outra vez (porque é que este blog me inspira a contar cenas da minha vida é que é um mistério! Espero que não tenha sido aqui, porque honestamente sei que já contei mas não me lembro onde!)

    Descobri o significado da expressão perder os três da pior maneira, mais uma vez no meu maravilhoso estágio, estava a fazer um troco a uma senhora:
    Eu - Pode arranjar-me dois euros por favor? É que já não tenho três!
    A senhora - Já não tem os três? E gastou-os bem? Eu também já não os tenho, foram-se há muito tempo!
    Ambiente em redor: Risota total!
    Eu - Vermelha sem perceber! Lá tive de ir saber o que era isso!

    Enfim... Só a mim, a outra expressão que descobri da pior maneira foi bico, para mim bico é um canto e ponto! Também descobri o significado maldoso em Coimbra, fui muito gozada pelos colegas de trabalho... Aconteciam coisas estranhas em Coimbra! :)

    Quanto à virgindade, feliz das que perdem com quem querem e gostam! Acho que actualmente algumas miúdas perdem tal bem (que considero precioso) de forma tão banal que até fere! Acho que é algo demasiado bonito para ser assim banal!

    ResponderEliminar
  5. Rui,
    Passámos desse extremo para o extremo de que fala a Catarina.
    Nem um, nem outro, por favor.
    Sabe o que é que acontecia em Coimbra (a Catarina deve ter presenciado isto)?
    Os tipos iam às inspecções militares, em Santa Clara, vinham por ali abaixo com as fitas ao peito (tinham sido aprovados) e iam à Rua Direita às p$%^S.
    Era nesse dia que passavam a ser homens.
    Aquele abraço

    Catarina,
    As suas histórias são deliciosas!!
    Ainda não conhecia esta e é de ir às lágrimas.

    Depois vem o seu lado mais sentimental.
    Igualmente excepcional.
    Tem toda a razão, Catarina - é um bocado a ideia do vamos lá despachar isto para ser considerada modernaça.
    Horrível!!
    Bjs

    ResponderEliminar
  6. A primeira vez que eu ouvi falar dessa expressão, "tirar os três", foi quando estava atirar a carta... o meu instrutor disse-me que conduzir é como "tirar os três" a uma mulher... Já nem me lembro bem em que contexto é que ele disse isso, só me lembro de me ter rido imenso. :)

    ResponderEliminar
  7. FireHead,
    A expressão era usada na linguagem mais brejeira.
    E é uma expressão muito feia.
    Durante muitos anos com uma conotação altamente depreciativa.

    ResponderEliminar
  8. Como diz a canção: "pode ser mentira", pois isto de virgindade está mais no costume que na realidade. As zizetes que o digam.

    ResponderEliminar
  9. boa tarde
    vou falar da minha experiencia.
    tive a sorte de tirar uma vez os tres,era minha namorada na altura,hoje minha mulher,foi maravilhoso e especial,foi com muito amor carinho e muita paixao,ainda passado 5 anos lembra-me desse momento que nunca me esquce e me deixa louco foi bom de mais

    ResponderEliminar