28 de outubro de 2011

A linguagem (brutal!!) dos objectos





















13 comentários:

  1. Caro Pedro
    Sem palavras (que grande colecção)
    Abraço

    ResponderEliminar
  2. Está bastante bom... Gostei sobretudo do confronto entre as cápsulas e os supositórios :D

    ResponderEliminar
  3. Caro confrade Pedro Coimbra!
    Ché, fiquei cá a divagar qual seria o colóquio entre o colchão e o lençol de um puteiro!!!
    Caloroso abraço! Saudações putanas!
    Até breve...
    João Paulo de Oliveira
    Diadema-SP

    ResponderEliminar
  4. Estão o máximo, caro Pedro ! Não sei escolher a melhor ! :)))
    Abraço !
    .

    ResponderEliminar
  5. Catarina,
    E se eu lhe dissesse que um doente do meu médico de família, aí em Portugal, lhe perguntou, há já muitos anos, como raio é que ia engolir aquilo (supositórios, obviamente)?? :))

    Prof. João Paulo de Oliveira,
    Devia ser um diálogo escaldante!! :)))
    Aquele abraço

    Também não sou capaz de escolher uma, caro Rui.
    Maravilha!!
    Aquele abraço

    Gábi,
    Se a gente não se ri....
    Bjs

    ResponderEliminar
  6. Vindo daí do Oriente é de ficar com os olhos em bico.
    :)

    ResponderEliminar
  7. Rui Pascoal,
    São tudo mails enviados por amigos.
    Uns daqui, outros aí de Portugal.
    Tenho essa sorte - tenho muitos (e bons!! amigos).

    Catarina,
    O que eles dizem uns aos outros... :))

    ResponderEliminar
  8. As coisas que os ojectos dizem uns aos outros, Carlos :)))

    ResponderEliminar
  9. Não se preocupe Pedro, há cerca de dois anos atrás, descobri que uma prima (atenção que tinha formação superior, logo não seria de esperar que fosse "burrinha"!) pensava que a pílula se colocava na vagina!

    ResponderEliminar