11 de outubro de 2011

Do melhor que li acerca de alentejanos!!


Um alentejano apanha um comboio para ir ao Porto e senta-se ao lado de um senhor muito bem vestido.

O alentejano começa a olhar e pergunta:

- Por acaso você nunca apareceu na televisão?

Ao que o Sr. responde: - Sim, eu costumo ir a muitos concursos de cultura geral e por isso o Sr. deve-me conhecer daí.

Como a viagem vai ser longa, você por acaso não quer fazer um jogo comigo?

- Pode ser. - Respondeu o alentejano.

- Então fazemos assim: como eu tenho mais cultura que o Sr., você faz-me uma pergunta sobre um assunto qualquer e

se eu não souber responder, dou-lhe 50 euros. A seguir faço-lhe eu uma pergunta e se não souber a resposta, dá-me só 5. Concorda?

- Vamos a isso. - Respondeu o alentejano confiante.

- Então eu faço-lhe a primeira pergunta. Diga-me o nome da pessoa que escreveu "Os Lusíadas", aquele poeta só com um olho, que dignificou Portugal?

O alentejano começa a pensar e passados alguns instantes diz: - Nã sei. Ê nã sei leri.

- A resposta era Luís de Camões. Dê-me os cinco euros e faça-me uma pergunta qualquer.

- Tomi. Bem, qual é o animali que se o encostar a um chaparro sobe-o com quatro patas e desce-o com cinco patas?

- Olhe, essa nem eu sei. - Respondeu o homem muito admirado.

- Então passe para cá os 50 euros.

- Tome. Mas agora diga-me, que animal é esse?

- Tamém nã sei. Tome lá 5.

11 comentários:

  1. Estimado Amigo Pedro Coimbra,
    Os Alentejanos não são parvos, os outros é que pensam que els são.
    Abraço amigo cá deste chaparro

    ResponderEliminar
  2. Exactamente, Amigo Cambeta.
    E, ao fazerem-se de parvos, comem os tolos como o fez este compadre!!
    Aquele abraço

    ResponderEliminar
  3. Rodrigo,
    Isto é que é um compadre dos valentes, não é? :))
    Abraço

    ResponderEliminar
  4. Estimado confrade Pedro Coimbra!
    Ché, não sei como nosso estimado confrade António Cambeta não colocou no seu encalço os leões da Metro!!!
    Caloroso abraço! Saudações alentejanas!
    Até breve...
    João Paulo de Oliveira
    Diadema-SP

    ResponderEliminar
  5. Prof. João Paulo Oliveira,
    Está aqui a prova da esperteza dos alentejanos.
    Tolos são os que pensam que os alentejanos são patetas.
    Um abraço

    ResponderEliminar
  6. Uma homenagem aos meus amigos alentejanos, Gábi
    Bjs

    ResponderEliminar
  7. Os alentejanos estao sempre na berlinda! E pouco se importam!

    ResponderEliminar
  8. Por acaso não fui de comboio ao Porto. eheheheheh
    Ah é verdade e também não sou alentejana, sou meio arraçada de ribatejano com alentejana.
    eheheh

    Beijo

    ResponderEliminar