25 de janeiro de 2018

Não somos hipócritas: há frustração e revolta


"Não somos hipócritas: há frustração e revolta".
Esta a reacção de Sérgio Conceição no final do Sporting - Porto, jogo da meia - final da Taça da Liga ontem disputado.
Também eu não sou hipócrita, também eu estou revoltado e frustrado.
Não só porque o Porto voltou a ser superior ao Sporting (já tinha sido assim no jogo em Alvalade para a Liga) mas porque voltou a ser vítima de uma decisão incompreensível do vídeo - árbitro (já tinha sido assim no jogo com o Benfica, para a Liga, no Dragão).
Num jogo muito disputado, muito amarrado tacticamente, o Porto foi superior a um Sporting que só teve uma verdadeira oportunidade de golo em todo o jogo (Coates ao poste na sequência de um canto).
Mais um clássico que termina empatado sem golos, com o Sporting a conseguir o apuramento para a final no desempate por pontapés da marca de grande penalidade.
Sendo uma realidade que este foi mais um clássico que terminou empatado sem golos, não o devia ter sido.
Se houver alguém que me consiga explicar porque razão foi anulado o golo de Soares, por favor faça-o.
Porque eu, em boa verdade, depois de ver e rever o lance várias vezes, ainda não percebi porque raio foi aquele golo invalidado.
O lance pode ser duvidoso (para mim nem isso é).
Mas, se as regras não mudaram, na dúvida favorece-se quem ataca, não é??
Então que estupor de decisão é aquela, que nem os jogadores do Sporting solicitam (só Fábio Coentrão, timidamente, curiosamente o homem que está a colocar Soares em jogo)??
O vídeo-árbitro está a revelar-se o oposto do que devia ser, da panaceia que nos foi prometida.
Não só não está a esclarecer dúvidas como ainda está a fomentar muitas mais.
De uma vez por todas, se se pretender continuar com o vídeo-árbitro, há que definir critérios muito rigorosos e muito efectivos para a intervenção e a actuação deste.
Porque, como está, não ajuda, só complica e gera frustração e revolta.
Pelo menos em quem não é hipócrita. 

43 comentários:

  1. Vi o jogo amigo. Antes dele começar tinha diro ao marido que se a decisão fosse para penalties o Porto perderia. Tinha a certeza de que seria assim. E foi. O marido que é do Sporting está sempre contra o VAR. Diz que ele desvirtua o futebol. Mas não andava toda a gente a pedir o VAR? Agora o remédio é aguentar, que a procissão ainda agora vai no adro.
    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu nunca pedia aquela treta, Elvira Carvalho.
      Mas, depois de ser instituída, nunca pensei que fosse dar estas barracas.
      Nem com toda a tecnologia disponível se consegue ver o óbvio??
      Abraço

      Eliminar
  2. bom dia amigo
    é verdade que o dito VAR não está a ser o que na realidade se esperava !!
    JAFR

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ainda veio criar mais confusão, Joaquim Rosário.
      Árbitro, auxiliares, video-arbitro, e ainda há asneira da grossa??
      Arre porra!!

      Eliminar
  3. Pedro,
    Futebol é uma paixão.
    Entretanto são tantas
    decepções. Eu gosto de futebol
    e de política, mas
    me mantenho afastada.
    Gosto da sua linha
    franca e clara de escrita.
    Bjins
    CatiahoAlc.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não tenho nada feitio hipócrita, CatiahoAlc.
      E tenho que dizer o que penso e sinto senão não fico bem com a minha consciência.
      Beijinhos

      Eliminar
  4. Com video-árbitro ou sem video-arbitro os beneficiados são sempre os mesmos, é uma tristeza e é a realidade do nosso futebol.
    Um abraço e continuação de boa semana.

    Andarilhar
    Dedais de Francisco e Idalisa
    O prazer dos livros

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Então para que raio foi introduzido o video-arbitro, Francisco?
      Se foi para isto era melhor estar quieto.
      Aquele abraço, continuação de boa semana

      Eliminar
  5. Sinceramente concordo com tudo o que escreveu.
    Como Benfiquista esperava que o Porto ganhasse e achei uma injustiça a anulação do golo.


    Hoje:- Amanhecer inquietado
    -
    Bjos
    Votos de uma Feliz Quinta-Feira.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Larissa Santos,
      As minhas críticas ao VAR também vão para o lance entre o Danilo e o Bas Dost.
      Não se pode ver as imagens e ver que foi grande penalidade?
      Intensidade??
      Bjs

      Eliminar
  6. Realmente , também não percebi a anulação, mas houve também uma mão na área do Porto que passou em branco.

    Quanto ao resto sou obrigada a concordar: o Porto criou mais oportunidades de golo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Foi o puxão do Danilo ao Bas Dost, São.
      É falta, o VAR devia ter visto.
      Também não viu.
      Então vê o quê??

      Eliminar
  7. Estive ausente uns meses para terminar uma pós graduação em radiojornalismo. Obrigada pela visita. AbraçO

    ResponderEliminar
  8. Não vou comentar uma coisa que não vi. Não posso, contudo, deixar de dizer que o vídeo árbitro está a ser uma desilusão. E se o futebol já anda pelas ruas da amargura, com esta coisa do 'VAR', 'quo vadis'?

    Um abraço, Pedro.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Viu um fora de jogo que não existiu, não viu uma grande penalidade que existiu, serve afinal para quê???
      Pata que os pôs!!
      Aquele abraço

      Eliminar
  9. Estou fora do assunto...

    Beijinhos, Pedro.
    ~~~~

    ResponderEliminar
  10. Não vi o jogo, mas acredito nas palavras do Pedro.
    Estou absolutamente infeliz com o resultado.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu também, Teresa.
      Até porque o Porto jogou muito mais (novamente) que o Sporting.

      Eliminar
  11. Pedro, você meteu o dedão na
    ferida quando em seu comentário
    me perguntou; "quando e como
    parar?"

    Pedro, só quem vive uma situação
    daquela é que sabe, ou não sabe
    se deve parar ou seguir mais em
    frente.
    Ninguém fez ou fará uma pergunta
    assim, parecida. Só nós, homens
    é que, idiotas, colocamos uma
    arma carregada na mão de uma
    criança.

    Um grande abraço e obrigado
    por me fazer pensar.

    silvioafonso


    .

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O Homem tem a tentação do abismo, silvioafonso.
      Sempre assim foi, sempre assim será.
      Aquele abraço

      Eliminar
  12. Quanto a mim, que não sou de um clube nem do outro) o golo foi bem anulado, pois havia fora de jogo (pela linha da relva dá para ver).
    E o Sporting foi espoliado de um penalti claríssimo.
    Vi todo o jogo e acho que houve equilíbrio, mas a haver um vencedor deveria ser o Sporting. Por isso, acho que houve justiça na lotaria dos penalties.
    Resumindo, não estou nada de acordo contigo... o futebol é assim...
    O jogo foi mau e demasiado violento.
    E o árbitro esteve mal em muitos lances.
    Continuação de boa semana, caro Pedro.
    Abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Houve falta na área do Porto?
      Houve, Jaime Portela.
      E mais uma vez pergunto para que raio serve o video-árbitro se não detecta estas situações??
      Fora-de-jogo??
      nem os jogadores do Sporting se lembraram disso.
      Só o vídeo-árbitro e um caramelo da RTP conseguiram ver o que eu não consigo.
      E, repito e reforço, na dúvida favorece-se quem ataca.
      O Sporting foi superior ao Porto?
      Foi...nos pontapés da marca de grande penalidade.
      Durante o jogo não fez nada!
      Valeu S. Patrício.
      Aquele abraço

      Eliminar
  13. Mais uma vez levaram um "banho de bola" (já tinha acontecido quando defrontaram o Benfica), mais uma vez se safaram, Pedro.

    Mas, não sei se viu em Macau, ridículo, ridículo foi o inenarrável presidente do Sporting a festejar esta passagem à final de uma competição - a que apelidaram de "Lucílio Baptista" - como se da conquista da Champions League se tratasse, uma lástima, que cromo, que idiota, que cretino é aquele tipo.

    Mais uma vitória para colocarem no seu site oficial, sim, eles só lá colocam as vitórias (derrotas e empates não), aliás, segundo o site oficial do Sporting, os lagartos nunca perderam um jogo, seja em que modalidade for. :DDDDDDD

    Aquele abraço, meu amigo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vi, Ricardo.
      Corria na tribuna VIP a fazer uma festa incrível.
      No jogo para a Liga, em Alvalade, o Porto foi muito superior.
      Voltou a sê-lo agora.
      Valeu nas duas ocasiões o excelente guarda-redes que é Rui Patrício.
      Aquele abraço

      Eliminar
  14. Quanto a mim, o Danilo cometeu falta.
    Se assim foi...

    Um abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Cem por cento de acordo, João Menéres.
      Mais uma que o inenarrável VAR não vê.
      Então serve para quê????
      Aquele abraço

      Eliminar
  15. Se é que uns contentes estão,
    enquanto outros estão revoltados
    não sendo se o dizem com razão
    os lagartos foram benefíciados?

    Tenha uma boa noite caro amigo Pedro Coimbra.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Beneficiados porque viram ser anulado um golo que ainda não consegui perceber que tenha alguma irregularidade.
      Prejudicados numa falta para penalti que o Danilo cometeu, Eduardo.
      Mais um episódio VARgonhoso.
      Aquele abraço

      Eliminar
  16. Eu, benfiquista dos sete costados, é-me igual ao litro esta competição. Não tem SLB, não me interessa 😊

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O Benfica colecciona troféus nesta competição, Magui.
      Este ano está fora.
      Acontece...

      Eliminar
  17. O Treinador do Porto é superior! Quando os outros costumam dizer que é preciso levantar a cabeça, ele mostra o seu desagrado.
    Mas o jogo foi mauzinho...

    Beijinhos, Pedro :)

    ResponderEliminar
  18. O Treinador do Porto é superior! Quando os outros costumam dizer que é preciso levantar a cabeça, ele mostra o seu desagrado.
    Mas o jogo foi mauzinho...

    Beijinhos, Pedro :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O Sérgio Conceição tem sido uma surpresa muito agradável, Maria Eu.
      Quanto ao jogo, tal como todos os outros dérbis até agora, foi muito dominado pela vertente táctica.
      E nisso as duas equipas falham muito pouco, muito pouco mesmo.
      Beijinhos

      Eliminar
  19. A verdade, verdade, é que cada um de nós tende a ver os lances de acordo com as suas simpatias clubistas !
    Ora, os adeptos e simpatizantes do FCP são uma minoria muito acentuada relativamente aos que o não são (Benfica e Sporting principalmente)!
    Logo, a percentagem de possibilidades de termos como árbitro e video árbitro um simpatizante do FCP é mínima e daí,... esta pouca vergonha que se vê por aí !:((

    Eu sempre julguei que "essa coisa" do video árbitro (quando se falou na implementação) fosse qualquer coisa "mais técnica", mais baseada em registo de imagens e esse registo decidir. Afinal, quem decide é do mesmo modo um "humano" e esse humano falha, pelas razões acima ! :(

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas eu, sem querer parecer presunçoso, até acho que consigo ser isento.
      Eu consigo perfeitamente ver a falta do Danilo sobre o Bas Dost, por exemplo.
      Se eu consigo ver, sem aquela tecnologia toda, sem poder parar as imagens, como raio é que estes sacristas, com essa tecnologia toda, não vêem na mesma???
      Ou não percebo ou não gosto nada daquilo que percebo.

      Eliminar
    2. O facto é, que se tivermos (em alturas diferentes) 10 pessoas simpatizantes de um clube e 10 do outro , que estejam a analisar um lance duvidoso de um jogo entre esses dois clubes, 9 estarão em desacordo , cada um achando que a razão deverá ser favorável ao seu clube ! ... Nas conversas que tenho tido com portistas e sportinguistas é isso que se verifica !... e pela amostra, aqui no post de certo modo, isso se verifica ! ... E volta a dar-lhe ? ... eheheh

      Abraço, Pedro

      Eliminar
    3. E ainda não consegui ver o fora de jogo do Soares, Rui.
      Fora de jogo???
      Não, não e não!
      Aquele abraço

      Eliminar
  20. Eu só não estou revoltado porque já percebi que em caso de dúvida o videoarbitro é sempre contra nós. Sempre disse que só serviria para que as culpas dos erros fossem diluídas por mais pessoas. Parece-me muito óbvio que há uma tentativa muito vincada de devolver o poder do futebol a Lisboa e o videoarbitro é uma preciosa ajuda. O pior de tudo é que o governo dá cobertura e apoia esta estratégia, como é bem visível nas posições assumidas por gente ignóbil como o secretário de estado do desporto, um dos muitos idiotas úteis para esta causa.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não vê o jogador do Benfica a colocar os jogadores do Porto em jogo no dérbi do Dragão.
      Agora vê um fora de jogo que eu não consigo, por mais que tente, ver.
      Eu tento ser isento.
      Mas não sou parvo.

      Eliminar
  21. Na minha opinião, o vídeo árbitro é dispensável.
    Sinceramente, prefiro um engano do árbitro que está no campo, que acompanha os jogadores, e ouvir os insultos da assistência, a alguém que está fechado a ver o jogo e tem o poder de (des)fazer o que lhe apetece.
    Não concordei nada com a anulação do golo.
    E não sou nada a favor dos penaltis, e como estes fazem parte das regras, não se discutem.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O erro é normal em todas as actividades humanas, Maria Araújo.
      E fica provado que nem com toda a tecnologia disponível se elimina.
      Isto para não falar também em má-fé...

      Eliminar