22 de janeiro de 2018

Jantar da velhada

    

Um grupo de amigos, aos 50 anos, discutia qual o restaurante onde iriam jantar.

Finalmente decidiram-se pelo Restaurante Moçambique, porque as empregadas eram jeitosas e usavam mini-saia e blusas muito decotadas. 

10 anos mais tarde, aos 60 anos, o grupo reuniu-se novamente e mais uma vez discutiram a escolha do restaurante.

Decidiram-se pelo Restaurante Moçambique, porque a comida era muito boa e havia uma excelente carta de vinhos.

10 anos mais tarde, aos 70 anos, o grupo reuniu-se novamente e mais uma vez houve discussão quanto ao local.

Decidiram-se pelo Restaurante Moçambique, porque tinha uma rampa para cadeiras de rodas e até um pequeno elevador.

10 anos mais tarde, aos 80 anos, o grupo reuniu-se novamente e mais uma vez o tema do restaurante voltou à baila.

Após acalorada discussão decidiram-se pelo... Restaurante Moçambique.

Todos acharam que era uma grande ideia, uma vez que nunca lá tinham ido !!

Conclusão :
Vão-se rindo, vão...

BOA SEMANA!

56 comentários:

  1. Respostas
    1. Como comenta a Catarina, oxalá tenhamos a sorte de lá chegar, Portuguesinha :))

      Eliminar
  2. Respostas
    1. Precisamente o que pensei e comentei quando me enviaram esta anedota, Catarina

      Eliminar
  3. Pois é amigo a longevidade tem muito que se lhe diga e dizerem que aumenta a esperança média de vida - sem qualidade - já que muitos perdidos na sua demência padecem às mãos sabe Deus de quem e como. Viver dessa forma, pelo menos para mim...que Deus me guarde.

    Beijocas e uma boa semana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não, Fatyly, isso não é viver, é sobreviver.
      Coisa muito diferente.
      Beijocas, boa semana

      Eliminar
  4. Há muita gente que chega aos 90 e aos cem com uma memória prodigiosa.
    Meu pai faleceu com 92, e nunca esquecia de nada, nem nunca levou lista para ir às compras, já que por a minha mãe estar paralisada era ele quem governava a casa.
    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Elvira Carvalho,
      O meu pai foi estudar e licenciou-se depois dos setenta.
      E, se fizesse a vontade ao filho, ia fazer mestrado depois dos oitenta.
      Está vivo, bem vivo, a minha mãe também.
      Um abraço

      Eliminar
    2. Inacreditável, Pedro.
      Nunca é tarde para realizar os nossos sonhos.
      Maravilhoso!

      Eliminar
    3. O meu pai sempre adorou as tradições de Coimbra, Maria Araújo.
      O filho nem tanto...
      Viu-se obrigado a começar a trabalhar aos 14 anos (1 de Outubro, completou 15 no dia 25 de Outubro).
      Depois de toda uma vida complicada, difícil, de ter estudado Contabilidade enquanto trabalhava, de ter sido técnico de contas toda a vida, já reformado, com a vida estável, foi realizar o seu sonho.
      E foi estudar...Filosofia.
      Era o aluno mais velho (bilhete de identidade) da Universidade de Coimbra.
      E só não vai fazer mestrado, sem qualquer responsabilidade, sem qualquer pressão, porque é um teimoso do caraças (espero que ele leia isto).
      O que é que interessa a data de nascimento??
      Como dizia um grande mestre que tive o prazer de conhecer na licenciatura e quase trinta anos mais tarde no mestrado, cujo pai também estudou enquanto trabalhava e se comoveu quando me ouviu atender a chamada telefónica em que o meu pai dizia que tinha entrado na Universidade, "vistas largas, é preciso ter vistas largas".

      Eliminar
  5. Há muitos septuagenários e octogenários sadios...
    Todos esperamos isso... estar na 'blogosfera', distribuir e receber carinho, é muito saudável...
    Beijinhos, também para o meu afilhado, o Leãozão.
    Ótima semana, Pedro.
    ~~~~~~~~

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Majo,
      Se o BI, Cartão de Cidadão, ou outro qualquer, fossem o importante acha que o António Arvelos Coimbra, meu pai, que passou um mau bocado na vida e que começou a trabalhar no mês em que ia completar 15 ano, iria estudar depois dos 70?
      Filosofia???
      Só fica quieto quem quer.
      Beijinhos, óptima semana também

      Eliminar
  6. Tambem gostava de chegar aos 80 mas com boa memoria.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isto ajuda, Sami.
      Exercitar a memória, não a deixar ficar preguiçosa.

      Eliminar
  7. bom dia
    realmente desta deve-se meditar .
    uma boa semana
    JAFR

    ResponderEliminar
  8. Respostas
    1. Que todos lá cheguemos.
      E com saúde, Cláudio Gil.
      Enorme abraço, boa semana

      Eliminar
  9. Kkkkkkkkkk deu mesmo para rir. Sinal de que estamos cá :))

    Hoje temos para si:-Mermurios em desnorte.
    -
    Bjos
    Votos de uma óptima segunda feira.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Gosto de estar vivo, Larissa Santos, de andar por aqui com boa companhia e saúde.
      Bjs, votos de boa semana

      Eliminar
  10. rrrsss rsssssss

    E assim é a Vida.

    Boa semana, Pedro

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Esperemos que assim seja para todos nós, São.
      Boa semana

      Eliminar
  11. Ah! Ah! Ah!

    Votos de excelente semana para si e suas princesas, Pedro.

    Aquele abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Aquele abraço, boa semana para si e as mais que tudo, Ricardo.

      Eliminar
  12. Pedro,
    nunca vimos tanta gente a tirar fotos de si próprios, e de tudo por onde passam, cá para mim, mais vale prevenir que remediar, haverá maneira de tirar as dúvidas! se um dia também acharmos que nunca lá fomos !!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Está tudo com boa memória, Angela, não há problema :)))

      Eliminar
  13. Sempre actual apesar dos meus 83 anos.

    Grande abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. João Menéres,
      Se fosse preciso encontrar algum exemplo concreto para dizer que os oitenta já não são nada o que eram...
      Grande abraço, boa semana!

      Eliminar
  14. rsrsrsrsrs, sempre piadas inteligentes aqui no teu espaço!!!
    Vale a pena vir, diversão de graça.
    Beijo, Pedro. Gostaria de comemorar 90 muito bem. Vou aguardar... rsss Ou 100?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A dona do Restaurante Riquexó aqui em Macau, a Dona Aida, completou recentemente 102 anos, Tais Luso.
      E continua a ir ao restaurante praticamente todos os dias.
      Amparada, com menos mobilidade, mas lúcida.
      Doce velhinha a dizer a que a entrevistou - "estou muito velha" :)))
      Beijo, boa semana

      Eliminar
  15. ahahah... Já conhecia !... Para lá vamos,... mais tarde ou mais cedo ! eheheh ... mas olhem que a blogosfera,... atrasa ! :)
    Creio bem que a realidade actual é bem diferente do que se pensava há uns anos !
    Lembro-me ainda bem de avaliar um tipo nos quarentas, velhote e do que me ri quando soube que a mulher e os filhos de um tipo lhe ofereceram um carro descapotável quando fez 50 !
    :)))
    Abraço, Pedro

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu tenho 53 anos, Rui.
      Mas nem penso nisso.
      Só ainda não comprei um cabriolet porque em Macau não é aconselhável com este calor e humidade.
      Se não fosse isso, ora se não andava de cabriolet!!
      Aquele abraço, boa semana

      Eliminar
  16. Que ótimo adorei esse pequeno conto, rs! Faz pensar!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Faz-nos desejar chegar a essas idades, Luiza Maciel Nogueira

      Eliminar
  17. Como desta vez não concordo com a piada, nem me ri ( mas sorri )lol, vou comentar elogiando a belíssima baixela de porcelana que encabeça este post...:)))

    Beijinhos, boa semana, Pedro! :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Porque é que não achou piada, Janita?
      A malta aqui é toda jovem.
      De mente que é o que interessa mais.
      Beijinhos, boa semana

      Eliminar
  18. Jantar da velharia,
    palavras escritas com razão
    mais ainda com sabedoria
    porque sou sincero cidadão
    português, as li com alegria
    digo, alentejano de coração!

    Gostei desse humor,
    dessas belas piadas
    nas pétalas duma flor
    de humildade perfumadas!

    Continuação de boa semana caro amigo Pedro Coimbra. Um abraço,
    Eduardo.

    ResponderEliminar
  19. Respostas
    1. Qual velho, qual carapuça, António.
      Estamos todos na flor da idade.
      Aquele abraço, boa semana

      Eliminar
  20. Pelo sim, pelo não, sempre fugi desse género de jantaradas, Pedro :-)
    Abraço e boa semana!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Em Setembro, quando estive aí, fui a uma jantarada destas com aqueles amigos de uma vida, Carlos.
      Para repetir em Junho/Julho.
      Aquele abraço, boa semana

      Eliminar
  21. Conforme a idade, os desejos vao mudando ahahahahahah
    Boa semana ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isso é normal, Mena Almeida.
      Mas nada mais que isso.
      O que interessa é estar bem vivo.
      Boa semana

      Eliminar
  22. À pois é, a idade não perdoa....
    Boa semana
    Beijinhos
    Maria de
    Divagar Sobre Tudo um Pouco

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ver a idade passar é óptimo, Maria Rodrigues.
      Pense na alternativa...
      Beijinhos, boa semana

      Eliminar
  23. Os pensamentos/preocupações mudam de dez em dez anos...foi o que descobri em relação a mim :))
    A vida está cheia de imprevistos, bons e maus e há uma grande diferença entre o que pensamos poder fazer e a realidade.
    Na minha opinião a grande sabedoria da vida é o poder de adaptação...é saber que quando não há laranjas o melhor é encontrar uma alternativa e agarrá-la com unhas e dentes !!!
    Bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Poder de adaptação - essa é a chave, papoila.
      Todas as idades têm o seu encanto.
      Bjs

      Eliminar
  24. Pois é... Mas o importante e sabermos rir de nós mesmos. Embora nem sempre ache graça quando já me vou esquecendo de certas coisas. E ainda estou longe dos oitentas... :))

    ResponderEliminar
  25. Caro Amigo Pedro Coimbra.
    Estou cá no teu imperdível blog para agradecer teu embarque diário no vagão do Expresso do Oriente, sob meu comando e, mais ainda, sempre com comentários no livro de bordo.
    Certamente percebeste que as publicações no Expresso do Oriente estão lacônicas...
    Ontem completou o Sétimo Dia da partida no expresso da eternidade da minha amada prima-irmã-paterna Maria Regina de Oliveira.
    Peço escusas pela minha ausência no teu imperdível blog, mas ainda não me sinto pronto, porque está difícil seguir em frente...
    Caloroso abraço. Saudações enlutadas.
    Até breve...
    João Paulo de Oliveira
    Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver, sem véus, sem ranços, com muita imaginação, autenticidade e gozo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Como sempre comento há coisas MUITO mais importantes que os blogues, Amigo João Paulo de Oliveira.
      E há momentos em que não temos disposição para blogues ou coisas semelhantes.
      Leve o tempo que precisar que nós vamos estar aqui à sua espera.
      Aquele abraço, boa semana

      Eliminar
  26. Neste caso cada qual acaba rindo-se um pouco de si mesmo por antecipação e ainda é na melhor das hipóteses de lá chegar, aos oitentas/noventas...
    Pelo que neste caso vai por mim ou pela minha remota possibilidade de lá chegar :)))
    Excelente semana, com muito humor :)
    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Victor Barão,
      Com sorte chegamos a essas idades.
      Com muita sorte ainda as passamos.
      Eu gosto muito de andar por cá.
      Aquele abraço, boa semana

      Eliminar
  27. Respostas
    1. Érika Oliveira,
      Segundas e sextas são reservadas à risota :)))

      Eliminar