8 de janeiro de 2018

Alentejano! É esta raça que ainda vai salvar o País

SERÁ A RAÇA DO ALENTEJANO QUE VAI SALVAR O PAÍS?



Como é um alentejano?
É, assim, a modos que atravessado.
Nem é bem branco, nem preto, nem castanho, nem amarelo, nem vermelho...
E também não é bem judeu, nem bem cigano.
Como é que hei-de explicar?
É uma mistura disto tudo com uma pinga de azeite e uma côdea de pão:
-Dos amarelos, herdámos a filosofia oriental, a paciência de chinês e aquela paz interior do tipo "não há nada que me chateie";
-dos pretos, o gosto pela savana, por não fazer nada e pelos prazeres da vida;
-dos judeus, o humor cáustico e refinado e as anedotas curtas e autobiográficas;
-dos árabes, a pele curtida pelo sol do deserto e esse jeito especial de nos escarrancharmos nos camelos;
-dos ciganos, a esperteza de enganar os outros, convencendo-os de que são eles que nos estão a enganar a nós;
-dos brancos, o olhar intelectual de carneiro mal morto;
-dos vermelhos, essa grande maluqueira de sermos todos iguais.
O alentejano, como se vê, mais do que uma raça pura, é uma raça apurada.
Ou melhor, uma caldeirada feita com os melhores ingredientes de cada uma das raças.
Não é fácil fazer um alentejano.
Por isso, há tão poucos.
É certo que os judeus são o povo eleito de Deus.
Mas os alentejanos têm uma enorme vantagem sobre os judeus: nunca foram eleitos por ninguém, o que é o melhor certificado da sua qualidade.
Conhecem, por acaso, alguém que preste que já tenha sido eleito para alguma coisa?
E já imaginaram o que seria o mundo ou Portugal,governado por um alentejano? 
Era um descanso!

BOA SEMANA

45 comentários:

  1. Portugal governado por uma mulher alentejana ainda seria melhor. 😀
    Boa semana, Pedro.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Será, Catarina?
      Fico com a ideia que lá se ia o descanso!! :)))
      Boa semana

      Eliminar
  2. Olha que pena, eu não ser alentejana.
    Ainda periclitante amigo Pedro, mas saudosa da vossa companhia.
    Um abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Um passo de cada vez, Elvira Carvalho.
      Não há pressas.
      E é mesmo verdade que a pressa é inimiga da perfeição.
      Um abraço, boa semana

      Eliminar
  3. bom dia
    já alguém dizia :
    o Alentejo ainda há de ser nosso camaradas !!!
    JAFR

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E foi, Joaquim Rosário.
      Foram os tempos em que o Alentejo esteve votado ao abandono.
      Renascido, modificado, é hoje novamente uma região cheia de vida.
      E é muito mais do era (o celeiro de Portugal).

      Eliminar
  4. Alentejano não tem pachorra para dar golpe de colarinho branco,ou qualquer outra cor,logo, está na preferência dos eleitores !(digo eu).
    -O tinto do Alentejo é um néctar dos deuses !!!(também digo eu).

    Excelente semana.
    ABRAÇO.

    ResponderEliminar
  5. Alentejano não tem pachorra para dar golpe de colarinho branco,ou qualquer outra cor,logo, está na preferência dos eleitores !(digo eu).
    -O tinto do Alentejo é um néctar dos deuses !!!(também digo eu).

    Excelente semana.
    ABRAÇO.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. José Roquette foi um dos primeiros a perceber esse potencial no Alentejo, PSICANALISTA.
      E a aumentar consideravelmente a fortuna que já possuía com o negócio de vinhos no Alentejo.
      Aquele abraço, excelente semana

      Eliminar
  6. Ou não fossem os meus pais do Baixo Alentejo.
    .
    Quer ler?: * Teu Sorriso ... Minha Doce Inspiração *
    .
    Deixando cumprimentos
    Bom dia

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tem um óptimo património genético, Gil António.
      Amanhã leio e comento o seu poema.
      Cumprimentos

      Eliminar
  7. Pobres Alentejanos, lol.
    E sabe o que e um Acoriano? - E um alentejano que sabe nadar!

    ResponderEliminar
  8. Eu amo a minha região, mas não creio
    que ame a mim como Alentejo ama os seus
    ou seríamos uma dessas raras criaturas.

    Um abração, Pedro, e obrigado pela
    força.

    silvioafonso


    .

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O Alentejo é uma região muito especial habitada por gente muito especial, silvioafonso.
      Vale a pena visitar.
      Um abração

      Eliminar
  9. Alentejo o paraíso nas manhãs e nos fins de tarde do estio.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Amigos meus investiram no Alentejo, João Menéres.
      E é essa mesmo a sensação - prazer e investimento.

      Eliminar
  10. Lá vai o ribanho pela linha,
    se o comboio vier atravessado
    mata toda aquela ovilhinha
    o pastor fica só com o cajado!

    A raça alentejana,
    é uma raça muito pura
    mas o filho duma magana
    foi embora numa aventura!

    O povo no tempo da ditadura,
    a tudo respondia a cantar
    lá no campo a vida era dura
    para o latifundiário trabalhar!

    Quando o povo não obedecia,
    logo ameaçam com o Salazar
    o qual não gostava da democracia
    por isso no povo mandava arrear!

    Gostei sim senhora,
    uma pinga de azete
    umas côdeas de pão
    atã, tal tá o cacete
    falta o dente d'alho então
    para temperar essa a açorda.

    Tenha um bom dia caro amigo Pedro Coimbra, um abraço.
    Eduardo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eduardo,
      Agora fiquei com gula.
      Pão alentejano, azeitonas alentejanas, azeite alentejano, açorda.
      Venha daí que marcha já!
      Aquele abraço, boa semana

      Eliminar
  11. Mais que engraçada, está verdadeiramente interessante.

    Beijinhos.
    ~~~

    ~Ps~ Não gostou do meu 'post' sobre Arte e História?!!
    ~~~

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já fui espreitar o blogue e já respondi, Majo.
      Tinha comentado, o comentário perdeu-se.
      Já aconteceu com outras pessoas, noutros blogues.
      Coisas que não conseguimos entender, muito menos explicar.
      Beijinhos, boa semana

      Eliminar
  12. Se achei que o texto está um must, muito mais me ri com o comentário da Catarina e resposta do Pedro! LOl

    Com que então uma alentejana acabava com o descanso do País? Olhe que não, Pedro...olhe que não! ehehehe

    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Uma alentejana dava cabo da moenga ao pessoal, Janita :)))
      Beijinhos, comadre

      Eliminar
  13. Tirando que fui rindo com gosto ao longo da anedota, no entanto no resumo final não sei se ria ou se chore, tudo depende da perspectiva. Mas, até enquanto alentejano e se acaso com gratidão, prefiro ficar-me pelo riso :)))
    Excelente semana para o estimado Pedro Coimbra
    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Os eleitos que não prestam para nada, Victor Barão?
      O melhor é concentrar-nos nos nossos compadres que nos deixam bem dispostos.
      Aquele abraço, boa semana

      Eliminar
  14. Pedro, se até agora ainda não lhe apareceu nenhum comentário meu, pf, veja em spam. :(

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quando os comentários chegaram eu estava a dormir, Janita :)))

      Eliminar
  15. Mui interessante seu texto amigo Pedro, gostei dessa salada mista alentejana. Vc se supera a cada post!
    Tenha um ótimo começo de de ano!
    Abraço!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O texto não é meu, Diná.
      Estão identificados os autores na foto.
      Um abraço, Bom Ano

      Eliminar
  16. Bem visto, Pedro ! :)
    Alentejanos ao poder,... já !!! :)

    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não conheço nenhum alentejano que não seja um gajo porreiro, Rui.
      Será por acaso?
      Não acredito.
      Aquele abraço, boa semana

      Eliminar
  17. Os Alentejanos são na realidade um Grande Povo !

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não tenho a mais pequena dúvida, Ricardo.
      Gente boa, sã, bem disposta.

      Eliminar
  18. Ai o Alentejo, aquela pasmaceira (brincando) adooooooroooooo e se o PM fosse de lá, talvez baixa-se as horas de trabalho, para 20? fixe não? ahahahahahah
    Boa terça Pedro.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Estou a precisar de dar mais umas voltas pelo Alentejo porque já há muitos anos lá não vou, Mena Almeida.
      O que vou vendo deixa-me encantado.
      Boa terça!

      Eliminar
  19. O alentejano...somos uma raça superior...lol
    Abraço
    Kique
    https://caminhos-percorridos2017.blogspot.pt

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Única pelo menos são de certeza, Kique.
      No bom sentido.
      Aquele abraço

      Eliminar
  20. OI PEDRO!
    QUE BOM, VOCÊS PORTUGUESES AINDA TEM ESTA CHANCE, CONSEGUIR UM ALENTEJANO PARA DAR UM JEITO NO PAÍS, NÓS AQUI NO BRASIL, ESTAMOS SEM CHANCES, NÃO SABEMOS EM QUEM CONFIAR E TEMOS ELEIÇÕES ESTE ANO, ESTOU BEM PREOCUPADA.
    MUITO BOA TUA CRÔNICA.
    ABRÇS
    http://zilanicelia.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Como já referi o texto não é meu, Zilani Célia.
      Os autores estão identificados na foto.
      Abraços

      Eliminar
  21. Gosto do Alentejo e os alentejanos, povo pacífico e nada dado a confusões.
    Quem dera que um deles resolvesse candidatar-se, seríamos sem dúvida um país sem compadrios e lutas pelo poder.

    Beijos Pedro

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Gente boa e sã, Manu.
      Não conheço nenhum alentejano de quem eu não goste.
      Beijos

      Eliminar
  22. Alentejo da minha alma, tão longe me vais ficando.
    O refrão de uma canção que a minha mãe cantava com ardor.
    Há quantos anos não passo no Alentejo?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também eu há já muitos anos não passeio por terras alentejanas, Maria Araújo.
      Tenho que programar uma ida para aqueles lados.

      Eliminar