29 de janeiro de 2013

Solução engenhosa - rotunda suspensa


Solução engenhosa em Xangai


Quando muitas vias convergem para - ou partem de - um único ponto da cidade, o trânsito costuma ficar caótico. E a melhor solução que a engenharia apresentou para o problema até hoje foi a rotunda, um recurso que permite os cruzamentos, mas não elimina a bagunça. Pior, dificulta a vida do peão, o último a ser notado por motoristas mais preocupados em sair ilesos da roleta.
Mas não no bairro de Pudong, em Xangai, na China. Ali, os peões ganharam uma rotunda só para eles: a passarela circular Lujiazui, construída do lado leste do rio Huangpu, na zona económica e financeira da cidade, cercada por arranha-céus onde não havia nada além de terra há 15 anos.

Suspensa quase 20 metros acima da rua, a ponte permite que os peões passem de um lado a outro da rotunda em segurança, desde que estejam dispostos a percorrer o mesmo trajeto circular dos automóveis. De brinde, eles ainda têm a chance de assistir de camarote às confusões em que os motoristas se metem logo abaixo.
A passarela dá acesso ao edifício Oriental Pearl Tower, ligando os prédios de escritórios do centro financeiro das redondezas a áreas de lazer e compras, como shoppings e cafés.
Com 5,5 metros de largura, a ponte permite que 15 pessoas caminhem lado a lado, facilita o acesso aos transportes públicos e ainda é toda iluminada à noite, o que dá um bonito efeito à região. Além disso, vãos longos entre colunas também proporcionam agradáveis experiências em relação ao nível da rua, de onde se pode ver a cidade um pouco mais do alto, tornando a rotunda ideal também para passeios turísticos. Xangai style.











16 comentários:

  1. Estimado Amigo Pedro Coimbra,
    Simpesmente maravilhoso esse belo projecto, e digam lá que os chineses não sabem trabalhar!...
    Abraço amigo

    ResponderEliminar

  2. A capacidade de realização dos chineses é impressionante, Amigo Cambeta.
    E nós sabemos isso muito bem.

    ResponderEliminar

  3. E agora procure saber em quanto tempo estes tipos fizeram isto, Ricardo.
    De certeza vai ficar de boca ao lado.
    E eu confesso que ainda não fui ver.

    ResponderEliminar
  4. Tinha já referido este propósito num 'post' meu.

    Trata-se de trabalhar com a a cabeça e com vista para o futuro.
    Tal como fez o Marquês de Pombal quando mandou construir a Av. Liberdade em Lisboa.


    ResponderEliminar
  5. Nao se esqueça que estes tipo fazem planos quinquenais, António.
    E nao falham.

    ResponderEliminar
  6. A China, a nova superpotência mundial. Pelo menos é nisso que eu acredito.

    ResponderEliminar
  7. Caro amigo Pedro Coimbra!
    O projeto é bem original!
    Caloroso abraço! Saudações engenhosas!
    Até breve...
    João Paulo de Oliveira
    Diadema-SP

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Os chineses são terríveis, Prof. João Paulo de Oliveira.

      Eliminar
  8. Só ainda nao e em termos militares, FireHead.
    No resto......

    ResponderEliminar
  9. Eu sei que a necessidade aguça o engenho, mas os chineses suplantam tudo!

    ResponderEliminar
  10. Passeios turísticos em cima de uma movimentada rotunda é algo que só deve passar na cabeça dos chineses... Mas a obra em si é fantástica e as fotografias aéreas idem! :)

    Beijocas!

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. Excelente ideia para descongestionar o trânsito, de automóveis e peões (tirar os peões do meio dos carros)para tornar mais fácil o acesso aos prédios circundantes, para melhor admirar a paisagem.
      Chapelada às autoridades de Xangai!
      Beijocas!

      Eliminar
  11. As fotos revelam algo de fantástico! Uma solução prática e agradável de se ver :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O chineses são tremendos, Poppy.
      Quando querem, têm uma capacidade de realização fantástica.

      Eliminar