29 de janeiro de 2013

Goleada e liderança


Demasiado fácil, assim se poderá resumir a tarefa do Porto ontem para derrotar (golear) um muito débil Gil Vicente.
Em boa verdade, nem deu para perceber se os portistas sentiram alguma pressão após a vitória do Benfica em Braga.
Se a sentiram, cedo desapareceu.
Três golos de rajada deram para ganhar o jogo, golear (5-0), teriam dado para até para mais festa não tivesse a burocracia adiado a estreia de Liedson.
Quando uma equipa joga muito (Porto) e a outra quase merece um castigo por falta de comparência, dá nisto.
No final do jogo, Vítor Pereira veio dizer o óbvio - a luta pelo título, se é que ainda havia dúvidas (havia??) reduz-se a uma disputa a dois - Porto e Benfica.
Doravante, um pequeno pormenor, um pequeno erro, poderá significar a diferença entre a glória e o suplício para qualquer destas duas equipas.
No campeonato mais desnivelado que tenho na memória é esta a maior emoção.
Sim que, em boa verdade, até no fundo da tabela as coisas se começam a definir muito cedo.
Num campeonato em que o equilíbrio e a estabilidade emocional, mais até que a qualidade e quantidade de soluções, será determinante, quem será mais forte psicologicamente?
É esta a grande interrogação, a pergunta do milhão de dólares.
Faites vos jeux!!

10 comentários:

  1. Estimado Amigo Pedro Coimbra,
    Gostei de ver a bela exibição dos Dragões, um jogo lindo com jogadas brilhantes e uma super goelada.
    Já os Leões esses levaram, uma fez mais, uma espadada do Henrique, que nem é o Calisto rsrsr.
    Parabéns e já agora que os Dragões continuem nesse senda de vitórias.
    Abraço amigo, saudações desportivas.

    ResponderEliminar

  2. Quase nem deu para aquecer, Amigo Cambeta.
    O campeonato está tão desnivelado!!
    E não acredito nada no Sporting enquanto esta equipa directiva se mantiver.
    Seja qual for o treinador, o problema está na direcção.
    Aquele abraço!

    ResponderEliminar
  3. E o Benfica, Pedro? Nem uma palavra?
    Está a seguir o exemplo do treinador Vítor Pereira?

    Pois bem, falo eu, o SL Benfica fez uma excelente 1ª parte - aliás, a melhor que vi esta época - controlando o jogo, sem margem para o SC Braga ter qualquer veleidade, um Benfica cerebral e muito concentrado. Na 2ª parte, o Benfica limitou-se a trocar a bola, a controlar o jogo, e o Braga a marcar na (única) falha de Jardel no jogo. Como tal, vitória justíssima e importantíssima do Benfica em Braga, Pedro.

    Quanto ao Porto, que dizer de um jogo em que aos 10´estava já 2-0, Pedro? Um jogo sem história e, obviamente, vitória justa do Porto.

    Destaque, ainda, para o Paços de Ferreira que está a fazer uma campanha fantástica, Pedro, e pela negativa, continua o Sporting de Alvalade que não passa da ...mediocridade!

    Abraço, Pedro, e resto de dia feliz!

    ResponderEliminar
  4. Ricardo,
    Acrescentar o quê?
    Há o campeonato do Porto e do Benfica.
    Há o dos que buscam um lugar nas provas europeias, onde, incrivelmente, aparece o Paços de Ferreira.
    Há o das equipas que apenas querem fazer um campeonato tranquilo (a Académica é uma delas).
    E há os óbvios candidatos à descida de divisão - Setúbal e Moreirense mais que todos os outros.

    No campeonato entre Benfica e Porto ninguém dá sinais de quebrar, ninguém dá sinais de acusar pressão.
    O que é tanto mais de acentuar quanto se sabe que as duas equipas perderam grandes talentos, se têm visto afectadas por lesões.
    Mérito das organizações, dos treinadores.

    No campo oposto, obviamente o Sporting, mas também o Braga.

    Grande abraço!!!

    ResponderEliminar
  5. Num campeonato onde o nivelamento se faz por baixo (qualidade), só podemos centrar atenções na luta entre o Benfica e o Porto e o acesso às competições europeias, aqui onde nada está ainda definido.
    Uma tristeza de campeonato.

    Se Benfica e Porto merecem estar onde estão? merecem.
    Se o Sporting merece estar onde está? Merece.
    Perdoará, Pedro, mas não me acomodo ao termo "equipas que apenas querem fazer um campeonato tranquilo". E é pior quando são os próprios dirigentes e equipas técnicas a assumir a intenção.
    Quero mais, muito mais.

    Abraço

    ResponderEliminar
  6. Realmente e o campeonato mais desnivelado que me vem a memória, António.
    Por incompetência de uns (Sporting e Braga); por competência de outros (Porto e Benfica, grande trabalho das estruturas e das equipas técnicas); por incapacidade dos outros.
    Antinomia, a Académica foi a Liga Europa no ano passado.
    E aquilo abanou, e muito!!!, o orçamento.
    Nao há $$$$$$$ para grandes voos, António.
    Fazer o que?
    Aquele abraco!

    ResponderEliminar
  7. A vitória não sofre contestação. E o campeonato, tal como noutras épocas, tem sido só para ser discutido entre o Benfica e o FC Porto (exceptuando uma ou outra época onde o Braga também se meteu no assunto). A diferença é que esta época este facto está a ser bastante gritante.

    ResponderEliminar
  8. A diferença e um abismo, FireHead.
    Demasiada.
    Nao e só em Portugal.
    Mas este ano e mesmo só entre os dois.
    E nao faço ideia quem vai acabar em primeiro.
    Nao me atrevo a apostar.

    ResponderEliminar
  9. Em Guimarães, no próximo fds é que vão ser ela, Pedro.

    ResponderEliminar

  10. Confio na equipa, Carlos.
    Um jogo complicado, num campo complicado, mas confio na equipa.
    Estão fortes.
    Perderam o Hulk, estão sem James e Atsu, e continuam em grande.
    O Vítor Pereira está a ser uma boa surpresa.

    ResponderEliminar