13 de março de 2012

Divórcio judeu - uma delícia!



Lição de vida

Antevéspera do Ano Novo Judaico, Boris Sylberstein, patriarca judeu e a mulher, Sara, moradores num Kibutz perto de Telavive, visitam um dos seus filhos na capital de Israel:  

Jacobzinho, odeio ter que te estragar o dia, mas o Pai precisa de te dizer que a Mãe e eu nos vamos separar, depois destes 45 anos! 

O Pai enlouqueceu! O que é que está a dizer? ? grita Jacob.  
 Já não conseguimos sequer olhar um para o outro. Vamos separar-nos e acabou-se! Liga à tua irmã Raquel a contar. 
Apavorado, o rapaz liga para a irmã, que vive em Viena e conta-lhe a terrível notícia. Raquel fica em estado de choque, ao telefone:  
Os nossos pais não podem separar-se de maneira nenhuma! Chama já o Pai ao telefone!  

O ancião atende e a filha balbucia na maior emoção:  
 Não façam nada até nós chegarmos aí amanhã, ouviu?
 Vou telefonar também ao Moisés para São Paulo, ao Salomão para Buenos Aires e à Ester para Nova Iorque e amanhã à noite estaremos aí todos. Ouviu bem Pai?

Desliga, sem esperar pela resposta do Pai. O velho pousa o auscultador no descanso, vira-se para a mulher e, sem que Jacob ouça, diz-lhe em voz baixa:
 Pronto, Sara, vêm todos para a Ano Novo. Só que, desta vez, não temos de lhes pagar as passagens!!



 

 

10 comentários:

  1. Estimado Amigo Pedro Coimbra,
    Esta está óptima, só mesmo os judeus.
    Abraço amigo

    ResponderEliminar
  2. Um retrato fidedigno, não é Amigo Cambeta? :)))
    Aquele abraço

    ResponderEliminar
  3. Caro confrade Pedro Coimbra!
    Falando em judaísmo estreou aqui em São Paulo o espetáculo musical "Um Violinista no Telhado"!!!! Assisti a versão para a fascinante Arte das Imagens em Movimento no ano de 1971...
    Caloroso abraço! Saudações judaicas!
    Até breve...
    João Paulo de Oliveira
    Diadema-SP

    ResponderEliminar
  4. Fiedler on the Roof, caro Prof. João Paulo de Oliveira,
    Lembro-me de quando foi estreado e fez um sucesso estrondoso.
    Era garoto, mas foi uma das memórias que ficou bem gravada.
    Aquele abraço

    ResponderEliminar
  5. Eu hoje estou para me meter com a Catarina - intelingentes, quem?
    Os judeus, ou eu e o FireHead? :))

    ResponderEliminar
  6. "intelingentes" não sei quem serão :))
    Eu eu não bebo!!!

    ResponderEliminar
  7. Os judeus, pois claro!!!
    Como se costuma dizer?... ah... “sem desfazer”! : )

    ResponderEliminar