30 de setembro de 2011

Sporting muito perto do apuramento; Braga complica contas

Sporting e Braga ficaram nos antípodas no que se refere às respectivas prestações nos jogos a contar para a fase de grupos da Liga Europa realizados ontem.




A jogar em Alvalade, o Sporting deu um passo muito firme rumo à próxima fase ao derrotar a Lázio por 2-1.
Mais importante que a vitória, e os consequentes três pontos, o Sporting confirmou que está a atravessar um momento excelente em termos físicos e psíquicos.
Domingos já conseguiu que a equipa estabilizasse, já tem ideias muito claras acerca dos que quer e de com quem conta.
E fez boas contratações.
Entre essas, está a destacar-se Van Wolfsvinkel, um jovem ponta-de-lança holandês, capaz de marcar golos, que não é um "pinheiro" porque é muito mais móvel e tecnicista e que tem deixado muito boa impressão.
Ontem, à semelhança da primeira jornada, ele e Insua (esteve no melhor e no pior) fizeram os golos do Sporting (o do argentino é um golaço!!).
A jogar contra uma equipa matreira, sabida, experiente, o Sporting soube ganhar o jogo.
Os jogadores e o treinador.
Porque souberam colocar-se em vantagem e souberam sofrer para segurar essa vantagem mesmo em inferioridade numérica durante 40 minutos (depois da expulsão estúpida de Fucile na véspera, ontem foi a vez de Insua).
O Sporting mostrou fibra, querer, vontade, capacidade.
Já leva uma série de cinco vitórias consecutivas, está confiante, forte física e psicologicamente.
E está perto, muito perto, da próxima fase da Liga Europa.
Qualquer semelhança com a equipa de há algumas semanas será pura coincidência.



Em Braga, Leonardo Jardim sofreu a primeira derrota como treinador do Braga.
Uma derrota que impede o Braga de chegar ao comando do grupo (podia ter chegado ao comando do grupo e da Liga Zon sagres na mesma semana) e que complica as contas dos bracarenses no grupo.
A jogar contra uma equipa do Brugge que sabe muito bem fechar espaços e partir em contra-ataques rápidos, o Braga acabou batido (1-2).
De forma injusta porque dominou o jogo e sofreu o golo que ditou a derrota contra a corrente do jogo.
Mas não há dramas no Minho.
O Braga, estou plenamente convencido disso, vai ser apurado.
E não se pode pedir muito mais à equipa de Leonardo Jardim.
Que vai perdendo jogadores, mas vai recuperando e descobrindo outros ao mesmo ritmo.

Resultados completos:

Grupo A

Rubin Kazan-PAOK Salonica, 2-2
Tottenham-Shamrock Rovers, 3-1
 
Grupo B

Vorskla Poltava-Hannover, 1-2
St. Liège-Copenhaga, 3-0
 
Grupo C

Rapid Bucareste-PSV Eindhoven, 1-3
Legia Varsóvia-Hapoel Telavive, 3-2
 
Grupo D

Vaslui-FC Zurique, 2-2
Sporting-Lazio, 2-1
 
Grupo E

Stoke-Besiktas, 2-1
Maccabi Telavive-D. Kiev, 1-1
 
Grupo F

At. Bilbao-PSG, 2-0
FC Salzburgo-Slovan Bratislava, 3-0
 
Grupo G

Metalist Kharkiv-AZ Alkmaar, 1-1
Malmoe-Áustria Viena, 1-2
 
Grupo H

Sp. Braga-Brugge, 1-2
Maribor-Birmingham, 1-2
 
Grupo I

Celtic-Udinese, 1-1
Rennes-At. Madrid, 1-1
 
Grupo J

AEK Larnaca-Steaua Bucareste, 1-1
Schalke-Maccabi Haifa, 3-1
 
Grupo K

Twente-Wisla Cracóvia, 4-1
Odense-Fulham, 0-2
 
Grupo L

Lokomotiv Moscovo-Anderlecht, 0-2
AEK Atenas-Sturm Graz, 1-2

3 comentários:

  1. Caro amigo,

    como (quase) sempre acompanho o seu comentário na íntegra, no entanto, permita-me que acrescente esta pequena provocação:

    Fiquei contente pelo SC de Braga ter perdido, assim são capazes de "descer à Terra"?

    Quanto ao Sporting está, claramente, em crescendo.

    Um pequeno aparte, parece-me que os árbitros estão a tentar prejudicar as equipas portuguesas, quer na Champions, quer na Liga Europa.

    Aquele abraço e tenho um bom fim de semana!

    P.S.- Fico feliz por saber que está tudo bem consigo e família, é porque agora como tenho um amigo em Macau (você) ficou preocupado com esses tufões/chuvadas a Oriente.

    ResponderEliminar
  2. Ricardo,
    Mas eu simpatizo com o Braga.
    E com o seu conterrâneo Leonardo Jardim.

    O Sporting está a começar a jogar um futebol muito interessante.
    E tem bons jogadores (faltou Elias).

    Esse fenómeno de arbitragem não será uma forma de evitar uma aproximação aos franceses?

    Aquele abraço e um bfds também (os tufões até dão para descansar, Ricardo. Só sai de casa quem é maluco. Fiquei em casa com a minha mulher e as minhas filhas. Perfect Day).

    ResponderEliminar